Com obra de R$ 6 milhões, Noronha ganha porto reformado

Investimento contemplou serviços de recuperação, requalificação e reforço do cais de atracação/comercial, terminal de passageiros e elementos de apoio

Terminal de cargas representa 90% de todo abastecimento da ilha que recebe os transportes marítimosTerminal de cargas representa 90% de todo abastecimento da ilha que recebe os transportes marítimos - Foto: Hélia Scheppa/SEI

O governador Paulo Câmara entregou, nessa quinta-feira (23), a reforma das estruturas do Porto de Santo Antônio, em Fernando de Noronha. Com um investimento de aproximadamente R$ 6 milhões, a obra contemplou serviços de recuperação, requalificação e reforço do cais de atracação/comercial, terminal de passageiros e elementos de apoio (flutuante, rampa e passarela de acesso).

Paulo Câmara destacou a importância das melhorias estruturais, inclusive pela quantidade de turistas que Noronha recebe. “É uma ilha em favor do desenvolvimento sustentável, das boas práticas. Estamos buscando fazer melhorias e dotá-la de uma infraestrutura mais adequada. O Porto é um símbolo muito importante e, hoje, conseguimos entregar a reforma realizada com as técnicas mais modernas de engenharia, levando em consideração as peculiaridades do arquipélago, as mudanças climáticas e as condições ambientais”, afirmou o governador.

Leia também:
Lei proíbe carros a combustão em Fernando de Noronha
'Pense bem antes de ir a Fernando de Noronha', alerta Bolsonaro

“Essa demanda atende a uma necessidade muito grande da Ilha, tanto na questão turística com esse terminal de passageiros novo, quanto no atendimento à própria economia da Ilha. Nós temos um novo terminal de cargas completamente seguro e com a tecnologia mais moderna possível de engenharia. Também melhoramos o flutuante, impondo uma nova tecnologia, sem contato com o mar e sem risco de ser danificado”, argumentou o administrador da Ilha, Guilherme Rocha.

Ele ainda destaca que o terminal de cargas representa 90% de todo abastecimento da ilha que recebe os transportes marítimos. "O local estava crítico a ponto de desabar a qualquer momento, causando acidentes. Com a obra, conseguimos quintuplicar a capacidade de cargas”, conta. Além do terminal de cargas, o novo terminal marítimo de passageiros também foi requalificado, pois estava completamente destruído devido a um swell (fenômeno natural). "Fazem muitos anos e até então não se havia conseguido reconstruir", detalha.

O gestor do Porto de Santo Antônio, Fernando Cavalcante de Oliveira, também comentou a intervenção. “Para os moradores e para os turistas, foi uma obra de extrema importância. Toda essa estrutura a gente não tinha antes. Tudo novo, bem padronizado. Antes, atracava um barco, no máximo dois. Hoje, conseguimos operar com três a quatro embarcações de porte pequeno. Diminuiu o tempo de embarque e a capacidade de embarque aumentou”, explicou o gestor. Segundo ele, cada embarcação leva de 60 a 80 pessoas.

Veja também

Morre de câncer Léo, leão do Parque Estadual de Dois Irmãos
Luto

Morre de câncer Léo, leão do Parque Estadual de Dois Irmãos

Trecho da José de Alencar, Boa Vista: obras até este domingo (17)
CTTU

Trecho da José de Alencar, Boa Vista: obras até este domingo (17)