Pernambuco

Festa de São Gonçalo do Amarante, padroeiro de Itapissuma, começa neste domingo

O evento ocorre entre os dias cinco e 19 de janeiro e conta com as famosas levada e buscada da imagem do padroeiro, além de missas e apresentações musicais.

Buscada da imagem de São Gonçalo do Amarante, padroeiro de ItapissumaBuscada da imagem de São Gonçalo do Amarante, padroeiro de Itapissuma - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Os preparativos para a festa de São Gonçalo do Amarante, padroeiro do município de Itapissuma, no Litoral Norte de Pernambuco, estão a todo vapor. O evento, que começa no próximo domingo (5) e ocorre até o próximo 19, engloba atividades como as tradicionais levada e buscada da imagem do padroeiro, missas, recitações do Terço Mariano e apresentações musicais.

Para dar início à festa, uma missa será celebrada neste domingo, na Matriz de Itapissuma, a partir das 7h. Duas horas depois, às 9h, a levada será realizada em uma procissão terrestre, saindo da Matriz até a capela de Paulo Apóstolo, na Estrada Forte Orange, em Itamaracá.

A programação da festa também conta com uma ação social solidária no dia 10, que contempla a comunidade carente no entorno da Matriz com distribuição de brinquedos e cestas básicas, além momentos de oração, brincadeira e lanche para a criançada.

Leia também:
Bênção de São Félix reúne milhares fiéis da Basílica da Penha
PE: começa nova etapa da matrícula na rede estadual


Além da levada terrestre, no domingo (12), uma buscada fluvial parte da capela São Paulo Apóstolo, na Estrada do Forte Orange, até o píer de Itapissuma através do Canal de Santa Cruz. Após a chegada a imagem, fiéis seguem em procissão com a imagem até a frente da Matriz paroquial de São Gonçalo do Amarante, onde será celebrada missa às 18h. O grupo Evangelizashow se apresenta após o encerramento da celebração eucarística.

O Padre Ivan Maciel, pároco da Matriz de Itapissuma, realiza a festa há sete anos. “É uma festa de fé, que proporciona o reencontro e a comunhão entre famílias. É o momento do amor a Deus, que reúne pessoas de várias regiões, principalmente na buscada, durante travessia pelo Canal Santa Cruz. É um momento muito importante no campo da fé, cultura e tradição”, conta. 

No domingo (19), o encerramento da festa conta com duas missas na Matriz de Itapissuma, às 7h e às 16h - essa última será presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. Às 17h, os fiéis saem em procissão da própria matriz e podem aproveitar um show da banda Evangelizashos às 19h. Lia de Itamaracá também faz parte da festa com apresentação às 23h. Encerrando toda a programação, haverá show pirotécnico à meia-noite.

São Gonçalo de Amarante
Comemorada principalmente pelos católicos, a data surgiu em homenagem à figura do santo protetor dos ossos e padroeiro das pessoas que buscam um bom casamento: São Gonçalo do Amarante. Sua fama vem de uma tradição portuguesa que diz que mulher que tocar no túmulo de São Gonçalo do Amarante – que está enterrado em Portugal – terá um casamento garantido e feliz.

Segundo o padre Ivan Maciel, o culto em Itapissuma começou quando uma imagem foi encontrada na praia. "Os pescadores da vila, por diversas vezes, levavam a imagem para a capela mais próxima do lugar e, segundo a tradição, duas a três vezes, a imagem foi encontrada de volta ao local, diante do mar. Então, os devotos reuniram-se e ergueram uma igreja sob sua invocação”, explicou.

Gonçalo de Amarante nasceu no fim do século XII em Tagilde, na freguesia de São Salvador, no distrito de Braga, em Portugal. Sob a orientação do Arcebispo de Braga, Gonçalo se dedicou ao estudo da teologia e ao sacerdócio. Depois de formado, passou 14 anos viajando pela Terra Santa, no Oriente Médio, e depois voltou para Portugal, onde se retirou como eremita na região de Amarante.

São Gonçalo morreu em 10 de janeiro de 1259 (ano incerto) na sua singela cabana de orações. O santo foi sepultado nesse mesmo local, onde se construiu um grande mosteiro em homenagem à sua alma.

Veja também

Suspeito de matar Renata Alves presta depoimento no Recife
Feminicídio

Suspeito de matar Renata Alves alega, em depoimento no Recife, que tiro foi acidental

Megaoperação mira quadrilha suspeita de roubo de carga, homicídio e outros crimes em Pernambuco
Polícia

Megaoperação mira quadrilha suspeita de roubo de carga, homicídio e outros crimes em Pernambuco