Homem revela que esfaqueou crianças em Macaparana por problema de som alto

Luiz Francisco da Silva disse que morava na mesma rua das crianças e tinha problemas com as mães dos menores por causa do som alto

Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) - Foto: Arthur Mota/Arquivo Folha

O homem acusado de esfaquear duas crianças em Macaparana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco, passou por audiência de custódia no último sábado (5) e foi encaminhado ao Presídio de Limoeiro, no Agreste do Estado. Luiz Francisco da Silva, de 32 anos, responderá pelo homicídio de Ribery Mendes Ribeiro, de cinco anos, e tentativa de homicídio da menina W.C.S, de 11 anos.

Segundo o delegado Rodolfo Cartaxo, durante o depoimento, Luiz Francisco da Silva relatou que morava na mesma rua das crianças e tinha problemas com as mães das crianças por causa do som alto, o que motivou o crime.

Luiz Francisco foi autuado em flagrante na tarde da última sexta (4), no mesmo dia do crime. As vítimas estavam brincando na rua quando o suspeito se aproximou e desferiu golpes de faca contra elas.

Leia também
Com faca, homem ataca crianças em rua de Macaparana; menino é morto
Criança é espancada como vingança em briga de família
Homem usa faca e faz mulher e colega reféns em shopping por ciúme
Morador de rua é morto a facadas no Largo da Encruzilhada


Ribery foi atingido no pescoço, não resistiu aos ferimentos e faleceu. Já a menina foi atingida no toráx e transferida em estado grave para o Hospital da Restauração. O suspeito dos crimes foi detido também na sexta - fugindo de um possível linchamento (moradores da rua foram à caça dele), o homem se dirigiu à cadeia pública local, confessou o crime e foi encaminhado à Delegacia de Goiana.

Veja também

Maestro Geraldo Menucci, primeiro regente da Banda Sinfônica do recife, morre de Covid-19
Luto

Maestro Geraldo Menucci, primeiro regente da Banda Sinfônica do recife, morre de Covid-19

Memorial Luiz Gonzaga promove live sobre obra do Rei do Baião
Cultura

Memorial Luiz Gonzaga promove live sobre obra do Rei do Baião