Pernambuco

Jovem assassina a avó a pauladas em Jaboatão dos Guararapes

Rapaz de 20 anos teria agredido a avó durante um surto psicótico. Ele enviou mensagem a mãe relatando o assassinato

Mensagem enviada à mãeMensagem enviada à mãe - Foto: Reprodução

Um jovem de 20 anos se entregou à polícia após ter assassinado a própria avó a pauladas, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife. O delegado Joaquim Braga, que recebeu a ocorrência, afirmou à imprensa que, segundo Carina Soares Bezerra, mãe do jovem, ele sofre de problemas psiquiátricos, além de ser dependente químico.

Rafael Bezerra Ferro Santos, de 20 anos, teria cometido o crime por volta das 3h, durante um surto. A vítima, Maria Iraci Soares Bezerra, de 57 anos, foi atacada enquanto dormia. "Mãe, me ajuda. Eu não sei o que eu fiz. Aquelas vozes me atormentaram de novo, mãe. Eu matei vó Iraci", disse à mãe, por meio de mensagens pelo Whatsapp. "Por favor, chama a polícia", pede.

A mãe orientou que ele saísse do local e fosse até uma delegacia. "Eu não vou lhe abandonar, mas você sabe que vai ficar internado naquele presídio psiquiátrico", alerta a mãe. O caso aconteceu na rua Nova Esperança, no bairro de Cajueiro Seco, e ele se apresentou ao 6º Batalhão da Polícia Militar, sendo levado em seguida para a delegacia de plantão do bairro de Prazeres, onde foi autuado em flagrante. Ele já teve passagem na polícia por agredir a mãe. Além de ser usuário de drogas, ele afirmou tomar remédio controlado.

Leia também:
Fevereiro registra redução de 33,9% nos casos de homicídio comparado a 2018
PM que assassinou ex-esposa será sepultado em Vitória

De acordo com a Polícia Civil, "A Polícia Civil informa que a pessoa de Rafael Bezerra Ferro Santos, 20 anos, foi autuado em flagrante delito por ter assumido o assassinato da pessoa de Maria Iraci Soares Bezerra, sua vó. O Delegado Joaquim Braga realizou as primeiras diligências no local do crime, em Cajueiro Seco e o caso ficará afeto a Delegacia de Prazeres com o Delegado Rafael Duarte, por se tratar de crime de proximidade, o Inquérito Policial deverá identificar a motivação em que ocorreu tal fato."

Veja também

Compesa troca fios de cobre por alumínio para combater furtos em unidades de abastecimento
manutenção

Compesa troca fios de cobre por alumínio para combater furtos em unidades de abastecimento

Os ataques históricos à Igreja Católica Romana
ARTIGO

Os ataques históricos à Igreja Católica Romana

Newsletter