Jovem é preso suspeito de matar, esquartejar e carbonizar corpo de vizinho em Aliança

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, Ítalo Araújo Santos, de 21 anos, contou detalhes do crime no momento da prisão e confessou que matou Rafael Leopoldino da Silva, de 49 anos, porque ele queria estabelecer relações sexuais com o assassino

Delegacia de AliançaDelegacia de Aliança - Foto: Reprodução/Google Maps

Um jovem de 21 anos foi preso suspeito de assassinar, esquartejar e queimar o corpo de um vizinho em uma vila no município de Aliança, na Zona da Mata Norte de Pernambuco. De acordo com a Polícia Civil do Estado, Ítalo Araújo Santos contou detalhes do crime no momento da prisão e confessou que matou Rafael Leopoldino da Silva porque o homem de 49 anos queria estabelecer relações sexuais com ele.

Leia também
Homem tenta matar ex-mulher na frente dos filhos em Jaboatão
Preso suspeito de assassinar motorista de Uber


“Ítalo disse, em depoimento, que Rafael começou a ‘soltar gracinhas’ para ele querendo ter relação sexual. O suspeito disse que não gostou da atitude porque ‘era homem’ e falou que, após a insistência da vítima, pegou uma enxada e começou a golpear Rafael na cabeça”, relatou a delegada Maria de Lourdes de Andrade, titular da Delegacia de Aliança. Ainda segundo a polícia, após a decapitação da cabeça da vítima, o autor do crime esquartejou o corpo de Rafael e carbonizou os restos mortais.

O crime aconteceu no fim da noite da quarta-feira (5). A delegada contou que, ao chegar ao local no início da manhã da quinta (6) após denúncia, encontrou pedaços do corpo carbonizado a cerca de 50 metros de distância do local do crime. "Ítalo confessou que, além de cortar a cabeça de Rafael, pegou um facão e cortou os membros superiores e inferiores e, em seguida, ateou fogo”, contou a delegada.

A polícia acredita que o assassinato não tenha sido premeditado e que Ítalo cometeu o crime sozinho. “Até o momento, não ficou evidenciado o envolvimento de uma terceira pessoa. Inclusive, um dos moradores nos relatou que, por volta da 0h da quinta, o autor bateu na porta dele e retirou de dentro de um saco a cabeça de Rafael”, disse a titular do caso. Maria de Lourdes, no entanto, informou que o morador não será indiciado porque, logo a após o conhecimento do crime, tentou avisar a polícia.

   Crime

Ítalo Araújo e Rafael Leopoldino moravam em quartos alugados na Vila Lindaura, na Zona Rural de Aliança. De acordo com a delegada Maria de Lourdes, os dois não tinham inimizades e, momentos antes do crime, bebiam socialmente em frente ao quarto de Rafael. “Na cena do crime só estavam o autor do crime e vítima. Eles começaram a consumir bebida alcoólica por volta das 23h”, contou a titular do casa.

A delegada relatou que o homicídio aconteceu dentro do quarto de Rafael. Ela disse ainda que, no depoimento, Ítalo informou que Rafael tentava se proteger do autor do crime no momento em que sua cabeça foi decepada pela enxada. “O desentendimento aconteceu em frente à casa da vítima, mas quando Rafael notou que seria atingido, ele provavelmente correu para dentro do quarto, onde aconteceu o homicídio, para se proteger”, disse Maria de Lourdes. Ela acrescentou que durante a perícia, realizada na manhã de quinta, ainda havia manchas de sangue espalhadas pelo chão da casa e nas maçanetas das portas.

Ítalo Araújo foi preso em flagrante e encaminhado ao Fórum de Nazaré da Mata, também na Mata Norte do Estado, onde passará, ainda esta tarde, por audiência de custódia.

Veja também

Hospital de Salgueiro recebe novas estruturas e abrirá leitos de UTI neonatais e pediátricos
Sertão

Hospital de Salgueiro recebe novas estruturas e abrirá leitos de UTI neonatais e pediátricos

Menino de 6 anos que sonha em ser PRF comemora aniversário com policiais em Garanhuns
Agreste

Menino de 6 anos que sonha em ser PRF comemora aniversário com policiais em Garanhuns