Marcha contra o Trabalho Infantil acontece nesta quarta, no 13 de Maio

A sexta edição do ato vai focar na violação dos direitos das crianças e dos adolescentes

Ato pretende alertar a população sobre os malefícios do trabalho infantilAto pretende alertar a população sobre os malefícios do trabalho infantil - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Um alerta sobre a violação dos direitos das crianças e dos adolescentes é o foco da sexta edição da Marcha Pernambuco contra o Trabalho Infantil, marcada para esta quarta-feira (10), na Praça 13 de Maio, centro do Recife. O encontro tem início às 13h30 e no local haverá apresentações culturais, entre elas teatro, dança, grupo de percussão, flash mob e ciranda. Na ocasião também serão ouvidos depoimentos de jovens oriundos do trabalho infantil.

O ato é promovido pelo Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil em Pernambuco (Fepetipe), com o apoio da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ). De acordo com o secretário Cloves Benevides, a ideia da mobilização é alertar a população sobre os prejuízos, muitos deles irreversíveis, do trabalho precoce.

Leia também:
Ação de ONG alerta para combate ao trabalho infantil
PNAD aponta queda de 39% no trabalho infantil, mas MPT questiona
Pernambuco lidera boas práticas contra o trabalho infantil
Justiça inclui trabalho infantil em cálculo da aposentadoria
Brasil não cumpre meta de erradicar trabalho infantil até 2016


Ainda de acordo com o secretário, outro propósito da marcha é convocar a população a não contratar crianças e adolescentes tampouco comprar deles, além de denunciar situações ao ‘Disque 100’ em que essas pessoas se encontrem trabalhando ilegalmente.




Veja também

Prefeito de Arcoverde confirma criação da Secretaria da Mulher
SERTÃO

Prefeito de Arcoverde confirma criação da Secretaria da Mulher

Saiba como denunciar 'fura-filas' de vacinação contra Covid-19 em Pernambuco
Denúncia

Saiba como denunciar 'fura-filas' de vacinação contra Covid-19 em Pernambuco