PAC II

Moradores da Zona Norte ganham novas áreas de lazer e vias pavimentadas

As obras do PAC II incluem uma via marginal de 5 km de extensão, a implantação de sistema de saneamento integrado em 23 ruas (pavimentação, drenagem pluvial e esgotamento sanitário) e a construção de espaços de convivência para os moradores

PAC Beberibe IIPAC Beberibe II - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

 

O PAC Beberibe II - que visa a melhorar a qualidade de vida das pessoas que residem às margens dos rios Beberibe e Morno e atende 13 bairros da Zona Norte do Recife, entregou nesta sexta-feira (6) o primeiro lote do projeto à população.

O programa atende os bairros do Arruda, Água Fria, Peixinhos, Campina do Barreto, Fundão, Cajueiro, Porto da Madeira, Beberibe, Linha do Tiro, Nova Descoberta, Brejo do Beberibe, Dois Unidos e Passarinho.
As obras incluem uma via marginal de 5 km de extensão, a implantação de sistema de saneamento integrado em 23 ruas (pavimentação, drenagem pluvial e esgotamento sanitário) e a construção de espaços de convivência para os moradores.

Além da praça Luiz Souto Dourado requalificada e que conta com campo de futebol, Academia das Cidades, pista de cooper, quiosque para jogos, parque infantil e anfiteatro, também foi entregue o primeiro lote da via marginal, nomeada como Avenida Poeta Vinícius de Moraes. A via possui ciclovia e calçadas em ambos os lados, além da instalação de galerias de drenagem pluvial, redes coletoras de esgoto, sinalização, iluminação e árvores de médio porte.

A população também já pode aproveitar a Praça Itainópolis - que tem área de 946 m² e espaços de convivência como bancos, mesas, plantas, quadra e brinquedos para crianças. Também  últimas quatro ruas contempladas pelo programa também já estão pavimentadas, com sistema de drenagem e coleta de esgoto, nos bairros de Campina do Barreto e Água Fria, são elas: Rua Dr. Elias Gomes, Rua da Regeneração, Rua Ubiratan e Rua Beira Rio.
“Isso é uma conquista de mais de 25 anos de luta’, comenta o morador Manoel Moraes, 80 anos. Para ele, a entrega das obras são uma vitória da comunidade. Seu Jessé Augusto, mora no local há mais de 30 anos e também está vendo um futuro bom para quem mora no entorno dos dois rios. “Eu tô muito feliz. Agora a gente tem uma estrutura dessas pertinho de casa, não é? É muito bom”, finaliza.
O programa
O PAC Beberibe II- que vai da Campina do Barreto até Peixinhos, é uma extensão do PAC Beberibe I - que cuida do realojamento dos moradores que viviam às margens do Rio Beberibe. Os moradores foram beneficiados com uma das três medidas compensatórias existentes: unidades habitacionais, auxílio moradia ou indenização. Ao todo, 1.510 famílias serão realocadas pelo programa, somatizando mais de 28.000 pessoas.
Segundo a prefeitura, até o fim de setembro, as 260 restantes casas do PAC I devem ser entregues. Juntos, os dois programas custaram cerca de R$ 150 milhões. A previsão é de que, até o fim de 2019, em cerca de 16 meses, todas as obras do PAC II também tenham sido entregues.

 

Veja também

Hospital Veterinário do Recife abre seleção para estágio obrigatório
Folha Pet

Hospital Veterinário do Recife abre seleção para estágio obrigatório

Não há previsão para a chegada da vacina da Janssen, diz secretário de Saúde de Pernambuco
Coronavírus

Não há previsão para a chegada da vacina da Janssen, diz secretário de Saúde de Pernambuco