A-A+

Morte da Zona Sul alerta para a importância de cuidados com saúde mental

A cada 40 segundos, há um suicídio no mundo. Na capital pernambucana, algumas instituições oferecem apoio psicológico gratuito ou por um baixo custo. Confira a lista

O Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio é lembrado no dia 10 de setembroO Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio é lembrado no dia 10 de setembro - Foto: Divulgação/Caps

Uma morte por suicídio foi registrada na Zona Sul do Recife, nesta segunda-feira (10), data em que o problema de saúde pública é destacado no mundo inteiro como um alerta para a necessidade de prevenção. Enquanto você lia estas primeiras linhas, pelo menos mais uma pessoa morreu da mesma forma. Os dados mundiais apontam que ocorre uma tentativa a cada três segundos e um suicídio a cada 40 segundos. No Brasil, uma pessoa morre assim a cada 45 minutos.

O assunto é tão sério que até a maneira de escrever sobre ele em veículos de comunicação é baseada em normas da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em respeito a essa cartilha, o Portal FolhaPE ocultou os detalhes sobre o caso. Com o crescente uso das redes sociais, no entanto, as pessoas tornaram-se também multiplicadoras de informações e a responsabilidade de cada um tornou-se ainda maior.

No total, chega-se a 1 milhão o número de suicídios no mundo. O problema está entre as principais causas das mortes entre jovens de 15 a 29 anos e também de crianças e adolescentes. O dia 10 de Setembro foi estabelecido como o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio pela OMS exatamente para tentar mudar essa situação. “Esses números são altíssimos, mas nós sabemos que são falhos. Mesmo assim, são assustadores”, destacou o presidente eleito da Associação Psiquiátrica da América Latina (Apal), Antônio Geraldo da Silva.

Leia também:
Setembro Amarelo: um mês de alerta e proteção à vida
Estudo mostra ligação entre álcool e suicídio na faixa de 25 a 44 anos
Ligação para prevenção ao suicídio passa a ser gratuita em todo o país

A OMS aponta que 90% dos casos poderiam ser evitados.
A psicóloga recifense Nathalia Della Santa destacou que a melhor forma de ajudar as pessoas que precisam de auxílio é a escuta cuidadosa e ativa. “O acolhimento, o cuidado emocional e a legitimação das emoções são o início da construção de vínculos que podem ser importantes na busca deste auxílio. É importante o fortalecimento do vínculo e da relação de confiança com as pessoas que estão passando por problemas emocionais e o encaminhamento a profissionais especializados, como psiquiatras e psicólogos”, disse.

A maioria das pessoas que tentam ou cometem o suicídio emitem sinais de alerta
. O Centro de Valorização da Vida (CVV) atende, de forma voluntária, todas as pessoas que querem conversar por telefone, email, chat ou Skype. O anonimato é sempre garantido. Os atendentes são sempre voluntários e destacam que muitas pessoas que procuram o atendimento, no telefone 141 ou no www.cvv.org.br  , estão cercadas de gente, mas continuam se sentindo sozinhas. Uma conversa realmente pode evitar que uma pessoa tire a própria vida. Ao longo de 2017, o CVV atendeu pouco mais de 2 Milhões de ligações em sua central de apoio. Para este ano, o centro estima que cerca de 2,5 milhões e meio de ligações sejam atendidas até dezembro.

O aumento do número nas estimativas se dá à medida implementada no último mês de julho, quando as ligações passaram a ser gratuitas. Este mês o atendimento passou a ser feito em parceria com o Conselho Federal de Medicina e a Associação Brasileira de Psiquiatria, dentro das ações da campanha Setembro Amarelo.

Eles mostram que, independente da dor que você sinta ou problema que tenha, há uma saída. No Recife, algumas instituições oferecem apoio psicológico gratuito ou por um baixo custo. Confira a lista:

Unicap
Rua do Príncipe, 526
Horário de atendimento: 08h - 21h
Primeira Consulta: gratuita
Demais sessões: 20 $
Telefone: (81) 2119-411

Fafire
Av. Conde da Boa Vista, 921
Horário de atendimento: 07h - 15h30
Primeira consulta: gratuita
Demais sessões: 20 $
Telefone: (81) 2122-3511

Esuda
R. Almeida Cunha, 100
Horário de atendimento: 08h - 20h a
Primeira consulta: a combinar
Demais sessões: a combinar
Telefone: (81) 3412-4267

Estácio
Av. Eng. Abdias de Carvalho, 1678
Horário de atendimento: 13h - 21h
Primeira consulta: gratuita
Demais sessões: gratuitas
Telefone: (81) 3226-6999

Uninassau

R. Jorn. Paulo Bitencourt, 168
Horário de atendimento: 07h30 - 17h30
Primeira consulta: gratuita
Demais sessões: 10 $
Telefone: (81) 3221-7811

Facho
PE-15, KM 3,6, Ouro Preto, Olinda
Horário de Atendimento: 08h - 19h
Primeira Consulta: gratuita
Demais sessões: 20 $
Telefone: (81) 3429-4100

Faintvisa
Loteamento São Vicente Ferrer, 71
Horário de atendimento: 08 -17h
Primeira consulta: gratuita
Demais sessões: 10 $
Telefone: (81) 3523-1020

Favip
R. Jean Emile Favre,422
Horário de atendimento: 08 - 18h
Primeira sessão: gratuita
Demais sessões: gratuitas
Telefone: (81) 3727-4721

Veja também

Pernambuco não tem previsão para desobrigar o uso de máscaras
Pandemia

Pernambuco não tem previsão para desobrigar o uso de máscaras

Mais de 220 mil doses de vacinas devem chegar a Pernambuco nesta sexta (24)
VACINA CONTRA COVID-19

Pernambuco aguarda mais de 220 mil doses de vacina para esta sexta (24)