A-A+

Novos gerentes regionais de educação de Pernambuco são empossados

Os 16 profissionais escolhidos através de uma seleção foram nomeados na manhã desta segunda-feira (6)

Pose dos novos gerentes regionais de educaçãoPose dos novos gerentes regionais de educação - Foto: Arthur Mota / Folha de Pernambuco

Os 16 profissionais responsáveis pelas Gerências Regionais de Educação (GREs) do estado de Pernambuco foram empossados na manhã desta segunda-feira (6) pelo governador Paulo Câmara, em cerimônia realizada no Palácio do Campo das Princesas.

Os gerentes foram selecionados através do processo seletivo “Vem Pro Time”, programa que utiliza uma metodologia de recrutamento e avaliação baseada em mérito e competências. A seleção para o cargo foi dividida nas seguintes etapas: inscrição no site do projeto; cadastro da titulação, experiências e realização de teste online sobre conhecimentos gerais; entrevista por competência; banca de avaliação profissional.

Leia também:
Plano de recursos hídricos de Pernambuco será atualizado
Paulo Câmara sanciona Previdência dos servidores estaduais
Educação financeira chega ao ensino infantil e fundamental em 2020

"O estado de Pernambuco tem uma história bonita na educação. É um estado que assumiu um protagonismo nos resultados e virou referência nacional, mas nós sabemos que temos muito trabalho pela frente. Por isso nós precisamos contar com as 16 gerências regionais para podermos continuar avançando", afirmou o secretário de Educação de Pernambuco, Fred Amancio.

Apenas cinco dos 16 profissionais selecionados assumiram o cargo pela primeira vez: os gerentes da GRE Metropolitana Norte, GRE Metropolitana Sul, GRE Mata Centro, GRE Sertão do Moxotó-Ipanema e GRE Sertão do Alto Pajeú. As demais Gerências Regionais de Educação terão seus gestores reconduzidos ao cargo.

O gestor da GRE Metropolitana Norte, Saulo Guimarães, falou sobre o seu plano de gestão. "Nós da GRE Metropolitana Norte temos um plano de ação ligado com o protagonismo social, onde vamos expandir o papel do aluno na escola que é algo que tem dado um resultado satisfatório, porque quando o aluno está integrado com a escola nós vemos os índices da educação melhorarem", afirmou.

O gerente regional de educação é responsável pela supervisão técnica e orientação normativa da GRE a fim de elevar os resultados educacionais do estado. Para isso, o profissional deve otimizar a gestão administrativa, financeira, patrimonial e pedagógica da região da qual é responsável.

"Eu não tenho dúvidas que a forma de fazer educação em Pernambuco tem avançado. E agora contamos com as novas gerências regionais para que esse caminho continue a melhorar, e para que possamos expandir as escolas em tempo integral, diminuir o índice de evasão escolar, aumentar o índice de aprovação e para que a educação seja um grande fator de transformação na vida dos pernambucanos", declarou o governador Paulo Câmara.

O cargo tem duração de 4 anos, ao fim de cada gestão será realizada uma nova seleção para gestores das regionais de educação. 

Confira a lista dos gerentes regionais empossados:

Adelma Elias da Silva (GRE Agreste Meridional)
Anete Ferraz de Lima Freire (GRE Sertão do Médio São Francisco)
Danilo José dos Santos (GRE Mata Sul)
Edjane Ribeiro dos Santos (GRE Vale do Capibaribe) 
Edivânia Arcanjo (GRE Mata Norte)
Flávio Carlos da Silva (GRE Agreste Centro Norte)
Gleibson Cavalcante dos Santos (GRE Metropolitana Sul)
Kátia Monteiro da Silva (GRE Mata Centro)
Marcelino Araújo (GRE Sertão do Moxotó-Ipanema)
Maria Dilma Marques Torres Novaes Goiana (GRE Sertão do Submédio São Francisco)
Maria de Fátima Moura Alencar (GRE Sertão Central)
Maria do Socorro Silva Amaral Sousa (GRE Sertão do Alto Pajeú)
Maria Itamar Gomes Ramos (GRE Sertão do Araripe)
Marta Maria de Lira (GRE Recife Sul)
Neuza Maria Pontes de Mendonça (GRE Recife Norte)
Saulo Guimarães (GRE Metropolitana Norte) 

Veja também

Garota esmagada por muro do metrô do Recife deixa UTI e vai para enfermaria
Kemilly Kethelyn

Garota esmagada por muro do metrô do Recife deixa UTI e vai para enfermaria

E quem nunca se isolou? Trabalhadores essenciais celebram o fim de uma restrição que nunca os tocou
Flexibilização

E quem nunca se isolou? Trabalhadores essenciais celebram o fim de uma restrição que nunca os tocou