PMs fazem parto dentro de carro durante engarrafamento no Recife

Segundo o hospital, mãe e filha chegaram em boas condições

Mãe e bebê chegaram em boas condições ao hospitalMãe e bebê chegaram em boas condições ao hospital - Foto: Divulgação/Polícia Militar de Pernambuco

Dois policiais militares do 9º Batalhão da Polícia se deslocavam de Garanhuns, no Agreste pernambucano, para o Quartel do Derby, área central do Recife, quando se envolveram numa ocorrência incomum na manhã desta quarta-feira (14). Eles realizaram o parto de uma bebê durante engarrafamento na BR-232, no bairro do Curado, Zona Oeste da Capital.

Após a bolsa gestacional se romper, a autônoma Marcela Candeias da Silva, de 30 anos, se dirigiu com o marido para a maternidade. Mas, cerca de uma hora e meia depois de deixar a casa, no bairro do Curado IV, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, o casal ainda estava preso em um engarrafamento na BR-232, onde decidiu parar o veículo nas proximidades do Atacado dos Presentes e pediu ajuda aos policiais que também estavam retidos no congestionamento.

Leia também:
Mulher dá à luz dentro de ambulância do Samu no Recife
Raros leões brancos, Simba e Nala nascem na França; veja fotos

Com 30 anos de polícia, o sargento Waldenez Lira, que ajudou no parto, relatou que procurou tranquilizar a mãe. "Eu me senti tranquilo porque já havia assistido aos partos dos meus filhos. Tranquilizei sempre a mãe para que ela mantivesse a respiração até que a criança saísse. Orientei depois que colocasse a criança em cima da barriga dela para aquecer", detalhou.

Segundo o major Rodolfo Wanderlei, o outro policial na ocorrência, a guarnição estava no trânsito parado a caminho do Recife quando eles foram abordados pelo pai da bebê pedindo ajuda porque a esposa estava em trabalho de parto dentro do carro. “Encontramos o carro no acostamento e fizemos o parto. Pedimos que a mãe ficasse tranquila e ela foi bastante atenta aos nossos pedidos e tudo ocorreu bem. Nasceu uma menina de nome Ísis”, disse o major.

Após o parto, o major contou que ligou a sirene da viatura e escoltou o carro onde estava a mulher até o Hospital da Mulher do Recife (HMR), também no Curado, onde o cordão umbilical foi cortado e mãe e bebê foram atendidas. O major Rodolfo disse estar emocionado após o parto. “Nós nunca tínhamos passado por uma situação como essa. A emoção foi muito grande”, completou. Segundo o hospital, mãe e filha chegaram em boas condições e a bebê, chamada Ísis Octavia, nasceu com 4,5 kg e 50 centímetros.

Veja também

Secretário Lucas Ramos anuncia compra de software para monitoramento da vacinação
PERNAMBUCO

Secretário Lucas Ramos anuncia compra de software para monitoramento da vacinação

Paulo Câmara sanciona lei que institui auxílio financeiro para artistas e grupos carnavalescos
Auxílio Emergencial

Paulo Câmara sanciona lei que institui auxílio financeiro para artistas e grupos carnavalescos