A-A+

Criminalidade

Prefeitura do Cabo registra diminuição de 25% nos homicídios em relação a 2020

A gestão afirma que isso é resultado de algumas medidas adotadas para a prevenção dos crimes na cidade

Prefeitura do Cabo de Santo AgostinhoPrefeitura do Cabo de Santo Agostinho - Foto: Divulgação

Em comparação com o mesmo período do de 2020, não há mais dúvida de que os índices de criminalidade no município do Cabo de Santo Agostinho apresentaram reduções efetivas. Segundo a prefeitura, a gestão enfrentou o problema de roubos, furtos e homicídios tendo em mãos as ferramentas necessárias. 

Sob a gestão do prefeito Keko do Armazém, a Secretaria Municipal de Defesa Social desenvolveu uma filosofia de gestão de trabalho com foco na ação integrada, junto à polícia civil e militar. 

Assim, houve uma mudança estrutural da comunicação, configurando um alto grau de segurança e localização. Além disso, de maneira inédita, houve a aquisição de radiocomunicadores.

Desde o mês de janeiro, a central de controle de vídeo (CICCM) foi reforçada no município como forma de prevenção para manter o monitoramento — passaram de 50 para 100 câmeras funcionando 24 horas por dia. O CICCM tornou-se a maior central do Estado de Pernambuco. 
 

O município também vem tocando um novo projeto para reduzir crimes de roubos e furtos melhorando a iluminação pública em locais problemáticos. Com o projeto Ilumina Cabo, a SMDS acredita que vai reduzir crimes de oportunidade em espaços públicos. 

Todos os agentes passaram a atuar de maneira planejada e monitorada em locais específicos da cidade, de acordo com os horários mais demandados pela população. Assim, a presença ostensiva de segurança no município foi melhorada, o que a gestão chamou de Cartão Programa. 

O resultado veio em números: uma redução de 25% de homicídios e 18% de roubos em relação a 2020.

Ademais, o trabalho da Guarda Municipal também vem mostrando resultados positivos. Os agentes do município aumentaram em 175% a quantidade de flagrantes, de 11 para 30 no primeiro semestre de 2021.

Veja também

Descoberto pterossauro de crista bizarra que habitava região em Pernambuco há 100 milhões de anos
Dinossauro

Descoberto pterossauro de crista bizarra que habitava região em Pernambuco há 100 milhões de anos

Pernambuco registra terceira semana seguida de aumento de notificações de casos graves de Covid-19
Coronavírus

Pernambuco registra 3ª semana seguida de aumento de notificações de casos graves