Presentes e cartas de crianças são roubados em igreja da Zona Norte

Além da quantia e dos objetos arrecadados roubados, os ladrões ainda rasgaram as cartas escritas pelas crianças para o Natal Solidário

Ladrões roubaram a Paróquia de Santo Antônio, em Água Fria, e roubaram presentes arrecadados para criançasLadrões roubaram a Paróquia de Santo Antônio, em Água Fria, e roubaram presentes arrecadados para crianças - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Ladrões roubaram o sonho natalino de crianças da Paróquia de Santo Antônio, no bairro de Água Fria, na Zona Norte do Recife. Na madrugada desta segunda-feira (10), a igreja foi invadida por ladrões, que roubaram dinheiro e levaram presentes de Natal arrecadados para crianças da comunidade da região, além de rasgar cartas com pedidos. As imagens da igreja não foram danificadas.

O crime foi percebido pela manhã, quando a secretária Laura Paz chegou à igreja. “Notei algo estranho logo quando entrei porque vi a porta da minha sala e os cadeados da igreja arrombados. Chamei pelo Padre Eronides, que é o responsável pela paróquia, mas ninguém respondeu. Fiquei assustada e, do hall de entrada mesmo, eu voltei para procurar o padre”, relatou. 

A secretária se surpreendeu ao notar que refrigerante e biscoitos estavam abertos. Ela contou que, além da quantia e dos objetos arrecadados roubados, os ladrões ainda rasgaram as cartas escritas pelas crianças para o Natal Solidário, previsto para acontecer no próximo dia 22. “Quando voltei, eu e o padre encontramos minha sala e outros cômodos totalmente bagunçados. Eles rasgaram as cartinhas que colocamos no mural da igreja, abriram uma caixa de biscoitos, beberam guaraná depois de ter arrombado a geladeira e levaram os presentes das crianças. Isso foi o pior”, lamentou a secretária. Entre os brinquedos roubados, estavam bicicletas, patins, bonecos e outros objetos.

Leia também:
Família pernambucana é morta durante tentativa de assalto no Ceará
Operação prende, no Recife, organização ligada a homicídio, tráfico e roubos


Para a paroquiana Ilza Tomaz, de 46 anos, o sentimento que ficou é de tristeza e insegurança. “O que mais me deixa triste com toda esta história é que nossas crianças é quem vão pagar por isso. As pessoas não temem e não respeitam mais a Deus. O dinheiro que levaram a gente pode arrecadar novamente com o tempo, mas os presentes vão ser mais difíceis de recuperar daqui pro dia 22”, disse Ilza.

Ainda de acordo com a secretária da paróquia, os ladrões levaram o dinheiro de uma rifa que a igreja está promovendo para melhorias no templo e o dinheiro da oferta arrecadada nas missas, deixando um cenário de bagunça. “Eles arrombaram todos os cômodos e armários da paróquia. Acredito que estavam atrás de dinheiro. Jogaram as roupas do padre e o cálice no chão.”

Para Laura, os suspeitos devem ter se escondido em algum cômodo da paróquia porque apenas as portas e cadeados dos cômodos internos estavam arrombados. “Nesse domingo, tivemos a primeira comunhão das crianças e, por isso, a igreja estava muito cheia. Os policiais estranharam porque não houve avaria nas portas e grades do lado de fora. Acreditamos que ou alguém tenha se escondido em alguma sala ou que eles, no momento em que o sacristão estava fechando, tenham destravado alguma janela”, disse.

Como a igreja não possui circuito de monitoramento, a polícia terá mais dificuldade em solucionar o crime, registrado na Delegacia de Água Fria, que investigará o caso. 

Natal Solidário
Aproximadamente dois meses antes da data mais importante para os católicos, os fiéis da Paróquia de Santo Antônio costumam arrecadar brinquedos para doar dias antes do Natal. O Natal Solidário acontece há três anos e assiste atualmente em torno de 150 crianças. “Antigamente a gente pegava as cartinhas na sede dos Correios, mas eu tive a ideia de trazer a iniciativa para cá. No começo, a gente ajudava 50 crianças, hoje são quase 150. Eles ficam numa alegria só no dia da entrega”, contou.

A entrega dos presentes sempre acontece no dia 22 de dezembro, mas, com esse assalto, os fiéis não sabem como vão realizar o evento deste ano. “Estamos ainda desorientados com o fato. Não sabemos como vamos fazer para recuperar as doações, mas pretendemos lançar uma campanha nas redes sociais da paróquia”, disse, esperançosa.

Veja também

Inmet emite alerta de chuva para cidades da RMR e Mata Sul
Chuva

Inmet emite alerta de chuva para cidades da RMR e Mata Sul

Expedição remove cerca de 20 kg de colônias do coral-sol de embarcação naufragada
Meio ambiente

Expedição remove cerca de 20 kg de colônias do coral-sol de embarcação naufragada