A-A+

Restaurante Popular oferece almoço gratuito para pessoas em situação de rua

O espaço, que irá oferecer 750 almoços gratuitos, funcionará todos os dias da semana a partir desta terça-feira (24) das 11h às 14h

Prefeito Geraldo Júlio na Inauguração do Restaurante Popular, no bairro de Santo AmaroPrefeito Geraldo Júlio na Inauguração do Restaurante Popular, no bairro de Santo Amaro - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Um Restaurante Popular destinado ao atendimento de pessoas em situação de vulnerabilidade foi inaugurado na manhã desta segunda-feira- (23) no bairro de Santo Amaro, Zona Central do Recife. A criação do espaço faz parte do Programa Chegando Junto da Prefeitura do Recife. Batizado em homenagem a Naíde Teodósio, médica natural de Sirinhaém, na Zona da Mata Sul pernambucana, e referência na área de nutrição e fisiologia, o restaurante vai oferecer diariamente 750 almoços gratuitos a partir desta terça-feira (24). 

Primeiro da capital pernambucana oferecido pela prefeitura, o restaurante atenderá a população em situação de rua que estiver acompanhada e cadastrada pelos serviços de assistência social oferecido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Juventude, Política sobre Drogas e Direitos Humanos do Recife será atendida todos os dias das 11h às 14h - o cadastro pode ser feito nos Centros Pop - serviço oferecido às pessoas que utilizam as ruas como espaço de moradia e/ou sobrevivência - localizados na Rua Bernardo Guimarães, nº 135, em Santo Amaro, e na Rua Dr. João Coimbra, nº 66, na Madalena.

“Com a inauguração deste restaurante estamos fazemos história. Em meio à situação de fome que o país vive, vamos oferecer a quem precisa um prato de comida em um espaço humanizado, que tem o colorido da nossa cultura”, afirmou o prefeito Geraldo Julio.

Na sexta-feira (27), uma segunda unidade do restaurante popular será inaugurada no Recife. De acordo com a Prefeitura , foram gastos na construção e montagem dos dois espaços cerca de quatro milhões de reais.

Uma das responsáveis pela criação do programa, a secretária de Desenvolvimento Social e direitos humanos, Ana Rita Suassuna , destacou a importância do espaço. “Esse restaurante serve para trazer dignidade e a segurança alimentar para o morador de rua da cidade do Recife. Sabemos que o país está vivendo uma situação de desemprego muito grande e a população em situação de rua tem dificuldade em acessar isso", afirmou, informando que dois dos sete trabalhadores do local já viveram nas ruas.

Leia também:
Baile do Menino Deus altera trânsito no Bairro do Recife
Banhistas aproveitam as praias no primeiro dia do verão
Operação fiscalizará atividades náuticas em praias de Pernambuco 

Natural de Porto Alegre (RS), Emerson Kirst de Moraes, 50, é um exemplo de umas das pessoas que já estiveram em situação de vulnerabilidade e hoje faz parte da equipe que servirá os almoços. “Me mudei para Recife em busca de trabalho, mas não consegui e acabei tendo que ir parar nas ruas. Porém, fui acolhido pelo Centro Pop do Glória, fui encaminhado para o auxílio-aluguel, pude alugar um canto para ficar e conheci o responsável pelo almoço que será servido”. "É muito gratificante agora poder servir para eles uma almoço que muitas vezes me faltou. Vai ser um prato que sustentará pelo menos na hora do almoço e bem generoso para que todos saiam daqui bem alimentados”, concluiu Emerson.  

Veja também

Resistência à vacina: o impacto na imunidade coletiva e na economia
Coronavírus

Resistência à vacina contra a Covid-19: o impacto na imunidade coletiva e na economia

Estado determina laudo técnico para viabilizar reconstrução do Mercado de Artesanato de Itapissuma
Após incêndio

Estado determina laudo técnico para viabilizar reconstrução do Mercado de Artesanato de Itapissuma