Rodrigo Novaes apresenta ações e metas para o Turismo

O gestor falou para um público de empresários, autoridades, secretários municipais e personalidades do trade turístico pernambucano, em almoço oferecido pelo Grupo de Executivos do recife (GERE).

Secretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes apresentou ações e metas de sua pasta a empresários do trade turísticoSecretário de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes apresentou ações e metas de sua pasta a empresários do trade turístico - Foto: Jose Britto / Folha de Pernambuco

O secretário de Turismo e Lazer de Pernambuco e diretor-presidente da Empetur, Rodrigo Novaes, foi convidado para ministrar palestra em um almoço realizado pelo Grupo de Executivos do Recife (GERE), nesta quinta-feira (30), em restaurante no bairro do Derby, Recife. O gestor falou para um público de empresários, autoridades, secretários municipais e personalidades do trade turístico pernambucano. O diretor operacional da Folha de Pernambuco, José Américo Góis prestigiou o evento.

"Rodrigo Novais é um dos deputados estaduais mais votados de Pernambuco, com eleitores em todos os municípios e está licenciado do seu 3º mandato para assumir a Secretaria de Turismo. Estou muito certo que todos escutarão suas palavras com bastante atenção para saber dos seus projetos e ações que irão acelerar o crescimento do turismo em Pernambuco", disse Ricardo Sampaio Lustosa, presidente do GERE, ao anunciar o palestrante. "Sempre participei dos encontros e hoje tenho a honra de estar aqui falando, conversando e sendo homenageado por esse importante grupo", disse o secretário na sua saudação.

Em uma curta palestra, Rodrigo Novaes apresentou as principais ações da secretaria e as metas para a sua gestão, que tem foco na interiorização. "Prioritariamente olhando para as regiões menos desenvolvidas, buscando desenvolver e integrá-las dentro do mesmo cenário econômico. Para que a gente possa garantir investimentos para mais qualidade de vida, mais emprego e mais desenvolvimento. Fui convidado pelo governador Paulo Câmara para assumir o turismo do Estado. Ao longo desse tempo, tenho aprendido e tido a oportunidade de discutir estratégias e buscar os caminhos necessários para que a gente possa avançar", relatou.

Turismo de Negócios - Segundo o secretário, há um segmento do mercado do turismo preponderante na capital pernambucana. "Recife hoje tem um desafio muito grande. 87% do turismo da cidade é voltado para o Turismo de Negócios. É preciso que a gente invista e procure parceiros na iniciativa privada para que a gente possa desenvolver o setor. Também temos o Turismo de lazer que vem garantindo à rede hoteleira uma ocupação importante e fazendo com que nossa economia esteja sempre aquecida", frisou.

Para desenvolver o segmento, Rodrigo Novaes falou sobre investimentos em um dos principais equipamentos do Estado, que deve seguir a tendência de outros Estados do Nordeste. "Há alguns projetos importantes como é o caso da requalificação do nosso Centro de Convenções. A Bahia está fazendo dois centros de convenções, um do Estado e outro do município de Salvador. Fortaleza fez um recentemente que tem o dobro do tamanho do nosso pavilhão, com 38 mil m2 (o nosso tem 19 mil m2). E a gente não pode ficar de fora desse novo momento", avaliou o secretário.

"Esse equipamento, apesar de bastante funcional, é um equipamento que já tem cinco décadas, desde a época do governador Heraldo Gueiros. E a gente precisa remodelar e modernizar e ampliá-lo para que a gente continue recebdo nossas feiras, congressos e eventos", concluiu.

Voos - Rodrigo Novaes destacou a ampliarção de destinos oferecidos pelo Aeroporto do Recife. Voos para as principais capitais do país e internacionais. Segundo ele, no dia 6 de julho será inaugurado um voo da Gol para Santiago do Chile, que abrirá uma nova perspectiva em relação a turistas chilenos. "Nós já temos uma participação importante no mercado argentino, vamos poder avanças no mercado chileno", comemorou. Além disso, também estão disponíveis destinos como Boston, Washington, Cabo verde, Milão, Roma e Paris.

"Tem tanta coisa acontecendo para consolidar nosso aeroporto como o mais movimentado do Nordeste. Pernambuco e Recife passou o aeroporto de Salvador no último ano de 2018. Precisamos aproveitar esse bom momento que nós temos, bastante estimulado pelo Hub da Azul para que a gente possa fazer o dever de casa, buscar as parceiras e investimentos públicos e privados para diversificar e ampliar os nossos destinos, as alternativas de turismo, aumentar os destinos com a inteorização do turismo, consolidando os destinos já conhecidos", comentou, citando, entre outros avanços, a instalação de uma base da Azul no Recife, para 200 tripulantes, além de uma parceria com a TAP, que coloca o Recife como destino por quatro dias, sem custo adicional nos bilhetes, para turistas vindo da Europa.

Dados - Durante a palestra, o secretário lamentou que o Brasil ainda esteja muito atrás de outros países em termos de investimento em publicidade internacional. Segundo ele, enquanto a Argentina investe U$ 60 milhões e o México gasta U$ 120 milhões em promoção do destino em outros países, o Brasil só investe U$ 8 milhões, ficando atrás do Peru, por exemplo. "É inacreditpável imaginar que o Iraque receba mais turistas do que o Brasil. Somente a Torre Eiffel recebe o dobro de turistas do Brasil. É algo que assusta e deixa muito claro que o que houve ao longo dos últimos anos foi uma política equivocada no que diz respeito ao turismo. E isso precisa de conserto", ponderou.

Interiorização - Para exemplificar os novos destinos do interior do Estado que precisam de mais incentivo, Rodrigo Novaes citou o castelo armorial de São José do Belmonte, o teleférico de Bonito, no Agreste, entre outros. "Nenhum estado tem a cultura, o povo receptivo, as praias que nós temos. E não há justificativa para não termos um destino integrado que possa ter importância como atividade econômcica geradora de emprego e renda. Esse é o esafio que temos para o Turismo de Pernambuco", concluiu.

Confira aqui a apresentação do secretário de turismo.



Veja também

Dia Mundial da Limpeza será celebrado com ações no Rio Capibaribe e drive-thru
Sustentabilidade

Dia Mundial da Limpeza será celebrado com ações no Rio Capibaribe e drive-thru

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
BRASIL

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas