Vigilância Sanitária intensifica fiscalização de pescados na Semana Santa

Comércio de peixes e frutos do mar em mercados públicos e supermercados do Recife é o alvo da operação, que busca assegurar a qualidade dos alimentos

Operação Pescado, da Vigilância Sanitária do RecifeOperação Pescado, da Vigilância Sanitária do Recife - Foto: Ikamahã/Sesau PCR

Equipes da Vigilância Sanitária do Recife começaram a intensificar a fiscalização de pescados comercializados na Semana Santa. A Operação Pescado, que teve início nessa segunda-feira (15), no Mercado da Encruzilhada, na Zona Oeste da Capital, continua ao longo da semana e terá esquema de plantão na quinta-feira (18) e sexta-feira (19).

O comércio de peixes e frutos do mar em mercados públicos e supermercados da cidade é o alvo da operação, que busca assegurar a qualidade dos alimentos que têm o consumo aumentado durante essa época do ano. Agentes do Procon Recife também participam das atividades para verificar a validade dos produtos, a correta exposição dos preços, a correspondência dos valores por quilo e a regulação da pesagem dos peixes e crustáceos.

Leia também:
Comércio à espera das vendas de Páscoa
Preços de produtos durante a Páscoa variam quase 300%


Segundo a gerente da Vigilância Sanitária do Recife, Daniele Feitosa, até o momento não houve nenhuma grande autuação e as passagens pelos estabelecimentos vêm corrigindo apenas pequenos detalhes da manipulação dos pescados, como, por exemplo, o uso de bijuterias pelos funcionários.

Esse trabalho de inspeção sanitária voltado ao comércio de peixes e frutos do mar começou a ser reforçado no fim do mês de março e levou ações educativas e capacitação para os comerciantes do Recife. Nas inspeções, os profissionais da Vigilância Sanitária abordam os cuidados com a manipulação e armazenamento dos alimentos, a higienização das bandejas para acondicionamento, o gelo utilizado para resfriar o pescado e outros pontos.

Em caso de irregularidades, as multas podem variar de R$ 40 a R$ 400 mil, além de apreensão e inutilização dos produtos. Consumidores que observarem qualquer irregularidade no comércio de peixes e frutos do mar podem utilizar a Ouvidoria do Sistema Único de Saúde (SUS) para denunciar e solicitar fiscalização da Vigilância Sanitária do Recife. O telefone é o 0800 281 1520.

Veja também

Pernambuco receberá cerca de 270 mil doses da vacina contra a Covid-19 no primeiro lote
Coronavírus

Pernambuco receberá cerca de 270 mil doses da vacina contra a Covid-19 no primeiro lote

Pernambuco passa das 10 mil mortes pela Covid-19
Coronavírus

Pernambuco passa das 10 mil mortes pela Covid-19