Perto de retorno, Ananias reforça confiança no acesso e cogita chances de título

Volante foi poupado no jogo passado, diante do Brasil de Pelotas

Maestro ForróMaestro Forró - Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

Na terceira posição da Série B do Campeonato Brasileiro, com 48 pontos, o Náutico está muito próximo de atingir seu grande objetivo na temporada: o acesso á Série A do Campeonato Brasileiro. Mas a sequência de cinco vitórias consecutivas não fez ressurgir apenas o sonho de integrar a elite nacional no ano que vem como também o de conseguir um feito inédito.

Sete pontos abaixo do Atlético/GO, líder da Segundona, o Náutico ainda mantém viva a chance de brigar pelo título da competição. “Pensamos sim nisso, mas primeiro queremos o acesso. Mas se deixar a gente chegar, vamos buscar”, contou o volante João Ananias. “Venho conversando com o Marco Antônio. Nós temos que mirar o título. Se não der, nós conseguimos o acesso. Se continuarmos nessa sequencia, podemos chegar lá”, completou.

Fora do último jogo do Timbu, na vitória por 2x0 diante do Brasil de Pelotas, João Ananias volta ao time no sábado (15), no duelo perante o Ceará, na Arena Pernambuco. Embora o pouco tempo longe dos gramados, o volante confessou que estava ansioso pelo retorno.

“Até brinquei com os meus companheiros que não gosto de ficar de fora. Quando sofri a lesão, contra o Bragantino, queria continuar, mas Gastón e Rafael me disseram para sair e não agravar. Foi o melhor. Estou recuperado e agora é pensar em não me machucar mais”, apontou, elogiando os companheiros de posição no meio-campo (Marco Antônio, Vinícius e Rodrigo Souza).

“São jogadores experientes, sabem jogar. É um meio que faz tempo que o Náutico não tinha. Sabem a hora de dosar e acelerar o jogo. Eu ali estou aprendendo muito a cada jogo”, declarou.

Veja também

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h
CORONAVÍRUS

Brasil soma mais 26.979 novos casos e 432 mortes por Covid-19 nas últimas 24h

Jovem de 18 anos é encontrada morta em cisterna de casarão em Jaboatão dos Guararapes, na RMR
Jaboatão

Jovem de 18 anos é encontrada morta em cisterna de casarão