Peru

Peru anuncia emergência sanitária por surto de dengue

O estado de emergência sanitária permite às autoridades disponibilizar um orçamento maior

DengueDengue - Foto: Reprodução

O Peru irá decretar emergência sanitária amanhã em 20 de suas 25 regiões, por 90 dias, devido a um surto de dengue, anunciou nesta segunda-feira (26) o presidente do Conselho de Ministros, Alberto Otárola.

Segundo o Ministério da Saúde peruano, foram reportados 31.364 casos e 32 óbitos entre janeiro e fevereiro, em comparação com 12.264 casos e 18 óbitos no mesmo período de 2023.

O estado de emergência sanitária permite às autoridades disponibilizar um orçamento maior para o combate à doença, entre outras medidas.

O ministro da Saúde peruano, César Vásquez, ressaltou hoje em entrevista coletiva que a situação não é tão grave no Peru quanto em outros países da região: "Não somos o país com maior taxa de mortalidade. Países como Brasil, Argentina e Paraguai estão em uma situação mais complexa."

Segundo o governo peruano, as altas temperaturas ocasionadas pelo fenômeno climático El Niño fazem com que as larvas do mosquito causador da dengue se reproduzam em maior número.

O Peru teve em 2023 o pior registro de vítimas de dengue em quatro décadas, quando a doença matou 445 pessoas e infectou mais de 270 mil.

Veja também

Israel e Hamas, 200 dias de guerra sem sinais de trégua
conflito no oriente médio

Israel e Hamas, 200 dias de guerra sem sinais de trégua

Dezenas de tremores abalam Taiwan poucas semanas após semanas terremoto fatal
terremotos

Dezenas de tremores abalam Taiwan poucas semanas após semanas terremoto fatal

Newsletter