CEARÁ

Pescador se fere com peixe-leão e é hospitalizado após ter convulsões e febre no Ceará

Caso, que é o primeiro do tipo registrado no país, ocorreu no Ceará no último final de semana

Peixe-leãoPeixe-leão - Foto: Cortesia/Sea Paradise Fernando de Noronha

Um pescador se feriu com um peixe-leão na praia de Bitupitá, em Barroquinha, no Ceará no que é o primeiro ataque do tipo registrado no Brasil. O homem, hospitalizado na cidade vizinha de Camocim, apresentou febre e convulsões. Ele teria entrado em contato com o animal no sábado (23).

A espécie originária do Indo-pacífico tem espinhos venenosos e é considerada uma ameaça ao meio ambiente.

Segundo o site Diário do Nordeste, o pescador trabalhava em um curral de pesca, quando furou o pé em um dos espinhos do animal. Ele teria apresentado febres e convulsões. Nesta segunda-feira, voltou a ser atendido no hospital e segue internado, após ter tido duas paradas cardíacas.

A primeira aparição do peixe-leão no país ocorreu em 2014, em Arraial do Cabo, mas não houve maiores consequências pois o que ocorreu na ocasião foi uma libertação de peixes que estavam num aquário. Já em 2020, os registros foram mais contundentes, com captura na costa Amazônica e em Fernando de Noronha, o que indica possibilidade de migração do peixe vindo do Caribe.

"Nesse momento se considerou uma invasão preocupante, pois comprova que a população é estabelecida no Atlântico Sudoeste Tropical", disse Giarizzo, que destacou que em somente um dia de expedição, no mês passado, os pesquisadores e pescadores conseguiram encontrar sete peixes-leão, uma incidência muito alta.

Veja também

"Mudança e futuro", a esperança se destaca na oposição da Venezuela
eleições

"Mudança e futuro", a esperança se destaca na oposição da Venezuela

Presidente do México critica Tesla por adiar construção de fábrica no país
empresas

Presidente do México critica Tesla por adiar construção de fábrica no país

Newsletter