Petrobras anuncia redução de preços nas refinarias

Gasolina cairá para R$ 2,0306 o litro enquanto que o diesel custará R$ 2,3083 em suas refinarias, o que representa reduções de 0,62% e 1,15%, respectivamente

CombustívelCombustível - Foto: Pixabay

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira (23), pelo segundo dia consecutivo, redução nos preços da gasolina e do diesel em suas refinarias. A partir de quinta-feira (24), o preço da gasolina cairá 0,62% e custará R$ 2,0306 o litro. O preço do diesel terá redução de 1,15% e passará a custar R$ 2,3083, de acordo com a estatal.

Em dois dias, as quedas acumuladas chegam a 2,69% para a gasolina e a 2,67% para o diesel. Apesar disso, a gasolina acumula altas de 12,95%, em maio, e de 16,76% em um mês. O diesel soma aumentos de 9,34%, em maio, e de 15,16% em um mês. O alto valor do preço do combustível é o principal motivo para a manifestação nacional dos caminhoneiros, que começou no final da noite de domingo (20).

Leia também:
Preço dos combustíveis é tema de debate na Câmara
Caminhoneiros bloqueiam oito pontos de rodovias em Pernambuco
Protesto de caminhoneiros entra no 3º dia com bloqueios em rodovias


Entenda como funciona o cálculo dos preços

Desde que a Petrobras mudou sua política de ajuste de preços, em 3 de julho do ano passado, as flutuações do câmbio impactam no preço da gasolina e do óleo diesel. Nas refinarias, o preço acumula um aumento de quase 60% nos dois combustíveis desde a metade do ano passado.

O preço que chega no bolso do consumidor, porém, é composto por outros itens. Na gasolina, o preço das refinarias representa 29% do valor dos postos. O restante é composto por adição de etanol anidro (13%), o tributos federais -PIS/Pasep, Cofins e Cide- (16%), o ICMS, de ordem estadual, (28%), a margem bruta de distribuição e custos de transporte (4%), e a margem bruta dos postos (10%).

Já o valor final do diesel é composto em 49% pelo preço das refinarias. Adição de biodiesel (6%), os mesmos tributos federais (14%) e estadual (14%) que incidem sobre a gasolina, além das margens brutas de distribuição (5%) e dos postos (11%), compõem o preço ao consumidor.

O governo anunciou nesta terça-feira (22) que vai zerar a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre o diesel. Estima-se que, com essa redução, o impacto gire em torno de seis centavos (R$ 0,06) por litro de combustível.

O preço da gasolina está subindo em todo o mundo devido à valorização global do dólar. Também influenciaram a alta o colapso da produção na Venezuela e turbulência na relação dos Estados Unidos com o Irã. As cotações subirão ainda mais neste ano, estima pesquisador ouvido pela reportagem.

 

Veja também

Confinamento contra Covid-19 é útil para América Latina? Depende, diz FMI
Coronavírus

Confinamento contra Covid-19 é útil para América Latina? Depende, diz FMI

DEM expulsa Rodrigo Maia, que chama presidente do partido de 'Torquemada Neto'
Política

DEM expulsa Rodrigo Maia, que chama presidente do partido de 'Torquemada Neto'