SERTÃO

Petrolina atinge 95% de ocupação em leitos de UTI, e prefeito faz apelo

Apenas duas vagas de Terapia Intensiva estão disponíveis para pacientes na cidade

Miguel Coelho faz apelo em vídeoMiguel Coelho faz apelo em vídeo - Foto: reprodução/Instagram

A cidade de Petrolina, no Sertão pernambucano, registrou uma ocupação de 95,45% dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) nesta quarta-feira (3). Do total de 44 leitos de UTI da cidade, apenas dois estão disponíveis. Em pronunciamento, o prefeito da cidade, Miguel Coelho (MDB), fez um apelo para que a população ajude o poder público, mantendo as restrições sociais. 

Até o dia anterior, essa terça-feira (2), a ocupação de leitos de UTI na cidade estava em 70%, de acordo com o prefeito. 

"Desde o começo da pandemia, a gente nunca chegou num momento tão sensível e crítico como esse. Vai faltar leito", comentou Miguel Coelho. 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Folha de Pernambuco (@folhape)

No anúncio da situação vivenciada, o prefeito pediu para que a população ajude com as restrição social. "Eu peço, pelo amor de Deus, nos ajudem com as medidas de proteção, nos ajude com as medidas de distanciamento, com as medidas de higiene. A gente não pode deixar o pior cenário acontecer aqui em Petrolina", pediu.                     

Veja também

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma
Graduação

UFPE publica edital de matrícula relativo ao SISU 2021 com novo cronograma

Estudos afirmam que variante britânica do coronavírus não aumenta a gravidade da doença
Pandemia

Estudos afirmam que variante britânica do coronavírus não aumenta a gravidade da doença