A-A+

Petrolina receberá teste de tecnologia de 'blindagem' contra mosquito da dengue

Cidade pernambucana faz parte de grupo de cidades com até 1,5 milhão de habitantes escolhidas para testes do Ministério da Saúde

Cidade receberá testes da tecnologiaCidade receberá testes da tecnologia - Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

Petrolina, no Sertão de Pernambuco, foi uma das cidades escolhidas pelo Ministério da Saúde para receber testes do método Wolbachia, uma tecnologia de "blindagem" de mosquitos contra a dengue. Para viabilizar a implantação do projeto - que também será levado a Campo Grande (MS) e Belo Horizonte (MG) - serão destinados R$ 22 milhões.

A aplicação do método, que não usa qualquer tipo de modificação genética, consiste em liberar mosquitos com a bactéria Wolbachia na natureza, o que reduz a capacidade de transmitir doenças. Os microrganismos são inseridos artificialmente nos ovos de Aedes aegypti, diminuindo a eficácia dos mosquitos de passarem zika, Chikungunya e Febre Amarela.

Leia também:
Casos de dengue crescem 224% no Brasil com 229 mil pacientes este ano
Butantan vai produzir vacina contra dengue no exterior


Essa fase de testes em Petrolina e nas outras duas cidades deverá ter início no segundo semestre de 2019, com duração de aproximadamente três anos. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Henrique Mandetta, em evento na manhã desta segunda-feira (15), em Campo Grande (MS).

Em entrevista à imprensa, o ministro reiterou a necessidade do combate ao mosquito. "Essa é uma estratégia complementar. Governo e população precisam continuar fazendo sua parte. Estamos dando um importante passo", reforçou. Ainda de acordo com o ministro, as três cidades vão servir de base para verificar a eficácia da metodologia nas suas respectivas regiões.

O método é seguro para as pessoas e para o ambiente, pois a Wolbachia vive apenas dentro das células dos insetos. A medida é complementar e ajuda a proteger a região das doenças propagadas pelos mosquitos. As liberações de mosquitos são precedidas por uma série de ações educativas e de comunicação, com o objetivo de informar a população sobre a tecnologia. 

Esta etapa tem o apoio e a participação de parceiros do World Mosquito Program Brasil (WMPBrasil) da Fiocruz no território, como lideranças comunitárias e associações de moradores, unidades de saúde, escolas e organizações não governamentais.

Veja também

Queiroga diz que está com Covid-19 e que fará quarentena nos EUA
Ministro da Saúde

Queiroga diz que está com Covid-19 e que fará quarentena nos EUA

Covid-19: casos no Brasil diminuem após ajuste de dados em estados
Coronavírus

Covid-19: casos no Brasil diminuem após ajuste de dados em estados