Rio de Janeiro

Petrópolis: número de desaparecidos aumenta para 218; total de mortos chega a 125

MP do Rio também tem sistema de cadastro de pessoas desaparecidas. Listagens com nomes das vítimas são atualizadas ao longo do dia

Desaparecidos após temporal em PetrópolisDesaparecidos após temporal em Petrópolis - Foto: Reprodução

No terceiro dia de buscas após o temporal que atingiu Petrópolis, na última terça-feira (15), parentes e amigos seguem atrás de informações sobre as vítimas. Na manhã desta sexta-feira (18), uma nova lista com a identificação de parte dos 125 mortos foi divulgada pela Polícia Civil. O registro de desaparecidos, segundo a Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA), quase dobrou, e agora passa de 116 para 218.

No fim da manhã desta sexta, a Polícia Civil confirmou que o Instituto Médico Legal (IML) recebeu 125 corpos, dos quais 80 mulheres e 45 homens. Do total, 22 são menores.

Foram identificados 81 corpos (conforme lista abaixo) e 54 liberados. Vinte e sete corpos identificados ainda aguardam o documento do cartório para serem enterrados.

Paralelo ao cadastro da força-tarefa da Polícia Civil, que conta com cerca de 200 agentes no município da Região Serrana, o Ministério Público do Rio tem uma lista de desaparecidos através do Programa de Localização e Identificação de Desaparecidos (PLID/MPRJ).

Nessa relação, até o início da noite de quinta-feira (17), constam 57 nomes. Essa lista chegou a somar 78 registros, mas diminuiu após 20 vítimas serem localizadas com vida, sendo uma delas hospitalizada, e uma morte confirmada.

A cidade ainda soma, até o momento, 849 pessoas acolhidas nos 19 pontos de apoio do município.

Veja também

Entenda o que é a "cocaína rosa", droga suspeita de causar morte de brasileira na Argentina
SAÚDE

Entenda o que é a "cocaína rosa", droga suspeita de causar morte de brasileira na Argentina

Dengue: casos aumentam 1104% em rede de 69 hospitais privados do Brasil
BRASIL

Dengue: casos aumentam 1104% em rede de 69 hospitais privados do Brasil