Agreste

PF prende em Caruaru suspeito de abuso sexual contra crianças

Investigações resultaram na prisão do homemInvestigações resultaram na prisão do homem - Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal (PF) prendeu, na sexta-feira (3), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, um homem suspeito de estuprar duas vítimas menores de idade e armazenar e produzir material de pornografia infantil. A prisão foi divulgada pela corporação neste domingo (5). 

Contra o homem foram expedidos um mandado de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. As investigações foram iniciadas pelo Serviço de Repressão aos Crime de Ódio e Pornografia Infantil (Sercopi), de Brasília/DF.

Os agentes também identificaram inúmeras imagens e vídeos de conteúdo pornográfico infantil em dois celulares que estavam com o homem no momento da prisão. 

Na sexta-feira (3), a PF deflagrou uma megaoperação em 20 estados do País e Distrito Federal que resultou na prisão de ao menos 24 pessoas suspeitas de integrar uma rede de pornografia infantil com quase 2 milhões de usuários.

"No auto de cumprimento da busca também foi realizada a sua prisão preventiva. Toda a ação foi acompanhada por conselheiros tutelares, bem como as crianças prestaram depoimento especial perante os atores da persecução penal", explicou a PF.

O homem foi autuado por crimes de estupro de vulnerável, produção de cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente bem como o armazenamento de imagens contendo abuso sexual infantil. 

Os crimes estão tipificados no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e Código Penal e as penas somadas ultrapassam os 30 anos de reclusão. 


Após ter sido autuado na Polícia Federal em Caruaru, o homem teve a prisão preventiva confirmada na audiência de custódia foi encaminhado para o Sistema Prisional, onde ficará à disposição da Justiça Federal.
 

Veja também

Parado na Lei Seca, Adriano Imperador se recusa a fazer teste do bafômetroRio de Janeiro

Parado na Lei Seca, Adriano Imperador se recusa a fazer teste do bafômetro

Ômicron: Espera por leito no Rio pode ultrapassar dois diasCOVID-19

Ômicron: Espera por leito no Rio pode ultrapassar dois dias