Educação

Plano para retomada das aulas encaminhado em PE

Secretário de Educação do Estado, Fred AmâncioSecretário de Educação do Estado, Fred Amâncio - Foto: Alfeu Tavares / Folha de Pernambuco

Ainda não existe uma data definida para a volta das aulas presenciais nas instituições de ensino de Pernambuco. Um decreto do Governo do Estado que suspende as aulas nas unidades de ensino termina hoje. Apesar disso, segundo a Secretária Estadual de Educação, um plano de retomada está sendo elaborado para proporcionar um retorno seguro.  

As aulas estão suspensas desde o dia 18 de março no Estado, por conta da pandemia do novo coronavírus e um decreto do Governo do Estado prorrogou a suspensão. Para o secretário estadual de Educação, a expectativa é que o decreto seja novamente prorrogado. 

“Amanhã (nesta terça) deve sair a decisão do governador sobre como vai ser a prorrogação do período, não necessariamente significa que tem relação com o plano de retomada. O que tem relação com a data da retomada é o nosso plano, não o decreto”, destacou Amâncio. 

Segundo o secretário, um plano para retomada está encaminhado e terá três etapas principais. “Tem o setorial, e as diretrizes sobre distanciamento, proteção, comunicação, que está praticamente pronto. Temos orientações pedagógicas, e o trabalho que é a proposta de retomada, em etapas, temos bem construído, mas não significa uma volta imediata”, disse. 

Fred destaca que esta semana o Conselho Nacional de Educação (CNE) deve emitir novo posicionamento, e se for necessário o plano estadual passará por alguns ajustes. “Até o final dessa semana o CNE deve ter um novo parecer, que queremos estar alinhados com ele, para que assim, com as análises da área de saúde e o aval do governador, fazer a divulgação em definitivo”, apontou. 

De acordo com o diretor executivo do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinepe), Arnaldo Mendonça, os protocolos de medidas de segurança estão sendo discutidos. “A gente teve uma reunião com a secretaria de educação e estão esperando um posicionamento, acredito que até segunda deve ter um protocolo liberado, mas ainda sem data de volta”, contou. 

Arnaldo aponta que as escolas particulares estão prontas para o retorno e muitas já fizeram compras de equipamentos de higienização. “Estamos nos organizando, tudo com base na Organização Mundial de Saúde. O governo autorizando, com uma semana acho que todo mundo tá pronto, escolas estão instalando pias, tapetes sanitizantes, termômetros, álcool em gel”, afirmou. 

A Secretária de Educação do Recife, informou à reportagem da Folha de Pernambuco, que a retomada das atividades só será feita quando o Governo do Estado estabelecer uma data. A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ainda não definiu um período para retorno às atividades e estuda a melhor forma. 

Para a Universidade de Pernambuco (UPE), retomar às atividades acadêmicas será feito a partir de análises. “O planejamento ocorre como processo de reflexão, elaboração e ação para atividades. Encaminharemos para os Conselhos Superiores da Universidade as especificidades de cada unidade”, disse em nota. 

Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco, elaborou uma consulta pública para criação de um Plano de Funcionamento e no dia 15 de julho deve ter uma resposta. “Iniciamos amplo processo de discussão coletiva para a elaboração de uma proposta preliminar para o funcionamento futuro das atividades”, declarou no seu site. 

Veja também

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas
Alerta

Cientistas advertem que particulas do coronavírus no ar podem ser infecciosas

Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo por terrorismo

Ministério Público da Bolívia pede prisão de Evo por terrorismo