Notícias

PM encontra estoque de lança-perfume que seria vendido no Carnaval de SP

A Polícia Militar descobriu uma casa em que eram estocados mais de 200 litros de lança-perfume

A droga seria vendida durante o Carnaval 2020A droga seria vendida durante o Carnaval 2020 - Foto: Reprodução/Google

A Polícia Militar descobriu uma casa em que eram estocados mais de 200 litros de lança-perfume, que seriam distribuídos para o tráfico de drogas na região da Cidade Ademar (zona sul da capital paulista). A droga seria vendida durante o Carnaval. Um pedreiro de 31 anos foi preso em flagrante.

Segundo a Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar), policiais faziam ronda pela rua Virgílio Gonçalves Leite quando desconfiaram do pedreiro, "que demonstrou nervosismo" ao avistar a viatura da corporação.

Leia também:
Arrecadação para Fundo Antidrogas dobra em 2019
PRF apreende mais de 9 toneladas de drogas nas rodovias de Pernambuco em 2019
Operação policial prende 15 homens por tráfico de drogas e extorsão no Recife

Quando foi abordado, nada de irregular foi encontrado com ele, que alegou aos policiais estar em frente à sua casa. Por conta dessa informação, PMs teriam avistado galões azuis dentro do imóvel, chamando a atenção dos policiais.

A entrada da Rota foi permitida e, dentro dos galões, constatou-se que havia lança-perfume. O material, segundo a polícia, seria distribuído para bocas de fumo, que o venderia no Carnaval de rua de São Paulo. A droga, ainda de acordo com a polícia, também é vendida em bailes funk.

Ao todo foram encontrados e apreendidos sete galões com 202 litros de lança-perfume, 362 frascos com o mesmo produto, cinco tijolos de maconha, 3,4 quilos de crack, além de pinos com cocaína. Um policial afirmou que os mais de 200 litros de lança-perfume renderia ao tráfico de drogas cerca de R$ 250 mil.

Veja também

Pernambuco se aproxima dos 10 mil casos de influenza; mortes chegam a 76Gripe

Pernambuco se aproxima dos 10 mil casos de influenza; mortes chegam a 76

Senacon notifica empresas sobre aumento de preços de testes de CovidTestes de Covid

Senacon notifica empresas sobre aumento de preços de testes de Covid