Polícia alerta para golpe que bloqueia sinal de alarme de carro no Recife

Em apenas uma semana, cinco veículos foram alvos de furtos na Zona Sul do Recife com o uso do dispositivo chamado Chapolin

Palácio do Campo das PrincesasPalácio do Campo das Princesas - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Se você é do tipo que fecha a porta do carro e aperta o alarme automotivo enquanto se afasta do veículo, é bom mudar de hábito. É exatamente nessa hora que os criminosos, escondidos, acionam um aparelho, conhecido como "Chapolin", que altera a frequência do alarme do veículo, impedindo o travamento das portas e facilitando o roubo. Cinco casos foram registrados na Zona Sul do Recife em apenas uma semana.

O objetivo dos criminosos é roubar objetos deixados no interior dos carros pelos proprietários que não percebem que a trava não foi acionada. O taxista José Genival Mendes caiu no golpe e teve a carteira roubada, com mais de R$ 1,6 mil. Ele contou que, no último dia 27 de outubro, estacionou o veículo em frente a uma loja, no bairro da Imbiribeira.

 Enquanto estava no estabelecimento, o taxista recebeu uma ligação da operadora de cartão de crédito alertando sobre uma compra no valor de R$ 5 mil. “Eu não estava efetuando a compra naquele valor e pedi para que não fosse autorizada. Imediatamente, retornei ao carro para procurar meu cartão, apertei o alarme e ele abriu as travas. O carro estava normal, sem indícios de arrombamento, mas minha carteira não estava mais lá”, comentou o taxista. Vavá, como é conhecido, solicitou as imagens das câmeras de segurança do estabelecimento e só, então, percebeu a ação criminosa. "O homem estava bem vestido e perto do meu carro. Na hora que apertei o alarme, ele apertou outro, que bloqueou o meu", revelou o taxista, que prestou queixa na Delegacia de Roubos e Furtos, no bairro de Afogados, na Zona Oeste do Recife.

O dispositivo "Chapolin" é encontrado, facilmente, em sites de compras, nos mais variados modelos, e é comercializado por até R$ 550. "O aparelho bloqueia qualquer alarme que atue nas frequências 433 Mhz e 315 Mhz. Atua em alarmes automotivos [bloqueia 95% dos carros], portões de garagens, alarmes residenciais e comerciais, enfim, todo equipamento que seja ativado por controle remoto", diz um dos anúncios.

O delegado Carlos Couto, da Delegacia de Boa Viagem, investiga quatro casos de uso do Chapolin. Um deles aconteceu no estacionamento de um centro de compras localizado no bairro do Pina. "Em todos, foram roubados objetos pessoais e dinheiro. Um dos crimes teve a participação de um veículo Ônix branco e dois outros, de um Palio prata", comentou o delegado, revelando que as investigações estão avançadas.

Para evitar cair no golpe, a polícia orienta que o motorista deve voltar para verificar se as portas estão mesmo trancadas e ter cuidado para que não tenha ninguém muito próximo que possa clonar a frequência. "A garantia é fazer o travamento manual. Caso não seja possível, é bom sempre comprovar que as portas fecharam mesmo", afirma Carlos Couto.

Veja também

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado
meio ambiente

Amazônia já tem mais queimadas em 2020 do que em todo o ano passado

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana
Mariana

Pandemia causa atrasos nas obras de recuperação de Mariana