Polícia alerta para novo golpe nos aplicativos Uber e Easy Táxi, no Recife

No golpe, é cobrado o valor da corrida mais um serviço adicional. O valor do serviço é 15 vezes maior do que o preço da corrida.

UberUber - Foto: Folha de Pernambuco

Atualizada às 13h16

Atenção usuários dos aplicativos Uber e Easy Táxi. A Polícia Civil, por meio da Delegacia do Cordeiro, alerta para um novo golpe na praça. Segundo o delegado João Gustavo Godoy, no golpe, o motorista Sérgio Diego da Silva Simões, de 23 anos, cobrava o valor da corrida mais um serviço adicional. O valor desse serviço, em muitos casos, era 15 vezes maior do que o preço da corrida. Segundo o delegado, Sérgio Diego já havia sido preso por roubo qualificado. 

De acordo com o delegado, uma das vítimas, que procurou a delegacia, informou que teve um prejuízo de R$ 1,220. “O celular desse motorista tinha os aplicativos do Uber e do Easy Táxi instalados, além do app da Cielo. Antes de iniciar a corrida, ele já escolhia um determinado valor. Na hora que a corrida era finalizada, ele alegava que não havia conseguido fechar a corrida pelo aplicativo e pedia para que o passageiro colocasse o cartão de crédito na máquina”, comentou o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, uma das vítimas visualizou que a corrida havia totalizado R$ 7,26. “Ela viu o valor e colocou a senha na máquina. Só que o homem conseguia driblar isso porque minimizava, no celular, o valor que ele havia escolhido. Essa mulher acabou pagando R$ 1,220", comentou João Gustavo Godoy. O delegado informou que o motorista, que foi detido, confessou o crime, mas não foi autuado em flagrante porque o período havia expirado.

O delegado, no entanto, instaurou um inquérito policial e, à princípio, o homem vai responder em liberdade. João Gustavo informou que, no extrato da máquina do motorista, ele visualizou que o golpe já havia sido aplicado, pelo menos, 29 vezes. Duas pessoas procuraram a Delegacia do Cordeiro até o momento, segundo o delegado.

O delegado conseguiu identificar que, além de Sérgio Diego, outro motorista pratica o mesmo crime. Até o momento, esse motorista não foi detido. A polícia acredita que, além desses dois motoristas, outras pessoas estão envolvidas nesse tipo de crime. A polícia alerta os passageiros para que fiquem atentos na hora de digitar a senha e que prestem atenção se as placas dos carros (o que solicitou no aplicativo e o que chegou para fazer a corrida) correspondem. 

Veja também

Movimento Pró-Criança abre inscrições para curso gratuito de contador de histórias
ONG

Movimento Pró-Criança abre inscrições para curso gratuito de contador de histórias

Paulista recebe nova unidade de Saúde da Família
Saúde

Paulista recebe nova unidade de Saúde da Família