Polícia apreende grupo com mais de 200 quilos de maconha

A quadrilha seria responsável pelo tráfico na Zona da Mata, Norte e Sul, Agreste e Região Metropolitana.

Droga apreendidaDroga apreendida - Foto: Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil de Pernambuco apresentou, na manhã desta segunda-feira (28), a prisão de quatro pessoas responsáveis por traficar drogas em todo o Estado. Com a apreensão de mais de 200 quilos de maconha, que estavam enterradas em um fazenda no município de Vitória de Santo Antão, Mata Sul do Estado, a polícia iniciou o trabalho que desarticulou a quadrilha que tem atuação no Agreste, Mata Sul e Região Metropolitana.

“A informação que nós recebemos para podermos deflagrar o trabalho foi de que eles teriam um carro roubado e queriam trocá-lo por drogas, isso até em outro estado. Por conta disso nós fizemos a primeira prisão e apreensão, dai se sucedeu o trabalho”, explicou o delegado Mauro Cabral.

Assim iniciaram as investigações, no dia 22 de agosto, com a prisão de Pedro Francisco Ribeiro, 52, ex-sargento da Polícia Militar. Num sítio, Pedro havia enterrado uma grande quantidade de droga, junto com várias munições. Ele também estava em posse de um carro roubado que estava com uma placa clonada. Na ocasião em que as drogas e as munições foram achadas enterradas, no dia 22 deste mês, a polícia prendeu quatro pessoas.

 

De acordo com delegado Mauro Cabral, responsável pelas investigações a quadrilha era bem organizada e atuava em todo o Estado. “Essa quadrilha é bem maior do que imaginávamos. Eles têm braços no Agreste, na Mata Sul e na Região Metropolitana do Recife. A gente vê que é uma quadrilha bem articulada, uma quadrilha com boa logística”, pontuou o delegado.

Nesta sexta-feira (25), na segunda fase da operação, foram encontrados mais 109 tabletes de maconha escondidos numa casa vazia. Ainda na sexta, a polícia prendeu dois homens e deteve um adolescente em Candeias, Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. “Na região metropolitana recebia-se esse material, a droga e o carro roubado, e repassavam, além de fazer a logística. O outro preso e o menor levariam isso para o interior, para distribuírem. Apuramos que, inicialmente, a droga iria para Zona da Mata Sul”, completou Mauro.

Os integrantes do bando foram encaminhados ao Cotel e estão sendo indiciados por receptação e adulteração de veículo automotor, além de associação criminosa e tráfico de drogas.

A polícia investiga também a participação do grupo em homicídios realizados em Vitória de Santo Antão. “Chegou o informe aqui para a gente que o pessoal preso na primeira fase é todo envolvido com homicídios. A gente vai encaminhar as investigações, mas o trabalho continua e vamos tentar identificar outros ramos da quadrilha”

Veja também

Em pacote de medidas sobre o clima, Biden mira indústria de gás e petróleo
EUA

Em pacote de medidas sobre o clima, Biden mira indústria de gás e petróleo

Tubarões estão desaparecendo e fenômeno deixará 'enorme buraco' nos oceanos, diz relatório
Meio Ambiente

Tubarões estão desaparecendo e fenômeno deixará 'enorme buraco' nos oceanos, diz relatório