Polícia divulga vídeo de assalto a prédio de luxo no Recife

Criminosos se passaram por falsos policiais federais para assaltar um apartamento. Eles levaram R$ 20 mil, além de uma coleção de relógios importados

Vesta Pires destacou que os três anos iniciais do instituto foram primordiais para a estruturação da instituiçãoVesta Pires destacou que os três anos iniciais do instituto foram primordiais para a estruturação da instituição - Foto: divulgação

A Polícia Civil divulgou, na manhã desta terça-feira (27), imagens da ação de criminosos que se passaram por falsos policiais federais para assaltar um apartamento de um condomínio de luxo no bairro do Monteiro, na Zona Norte do Recife. O crime aconteceu por volta das 5h30 do último dia 13, mas o caso ganhou repercussão nas redes sociais na última terça-feira (20). 

Na ação, os criminosos levaram cerca de R$ 20 mil, além de uma coleção de relógios importados. Segundo o delegado de Casa Amarela, Paulo Raméh, que comanda as investigações, os assaltantes acompanharam a movimentação da família e receberam informações privilegiadas sobre a vida da vítima. "Eles ficaram sabendo que a vítima tinha dinheiro em casa e chegaram, ao local procurando por um 'fundo falso'", comentou o delegado.

Os falsos policiais estavam encapuzados, mas, um deles, aparece, claramente, nas imagens. O delegado, inclusive, pede ajuda da população para identificar os criminosos. "Eles usavam roupas de polícia e um deles estava de blazer, se passando por delegado. Eles simularam de uma forma bem feita e passaram 15 minutos dentro do apartamento", comentou Paulo Raméh.

Segundo a polícia, a vítima disse que os assaltantes fizeram uma abordagem sem violência e, apenas no final, teria desconfiado dos falsos policiais. "Não é comum os federais usarem capuz. A vítima só desconfiou no final. Eles apresentaram o mandado de busca e apreensão falso e utilizaram armas. É preciso ficar em alerta aos detalhes", declarou o delegado.

Até o momento, nenhuma linha de investigação foi descartada. "Vamos precisar fazer muitas diligências. Nada foi descartado até o momento. Os assaltantes podem ter recebido 'ajuda' de algum morador, parente da vítima ou amigo de trabalho, por exemplo", finalizou o delegado.


Veja também

Cadela é resgatada após ser amarrada em moto e arrastada por seis quilômetros, no Grande Recife
Folha Pet

Cadela é resgatada após ser amarrada em moto e arrastada por seis quilômetros, no Grande Recife

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo
Justiça

STJ decide que condomínio pode proibir locação por meio de aplicativo