Rio de Janeiro

Polícia indicia impostor que se passava por subsecretário estadual de Saúde para roubar receitas

A polícia chegou a pedir a prisão de Alessandro Alves de Souza teve a prisão nesta quarta (27), mas o pedido foi negado pela Justiça

Polícia CivilPolícia Civil - Foto: Tomaz Silva / Agência Brasil

Um homem que se passava por subsecretário estadual de Saúde para conseguir entrar em hospitais e UPAs e subtrair receituários de remédios controlados foi indiciado pela Polícia Civil pelos crimes de roubo, falsidade ideológica e tráfico de drogas em operação de busca e apreensão realizada na manhã desta quinta-feira.

A polícia chegou a pedir a prisão de Alessandro Alves de Souza teve a prisão nesta quarta (27), mas o pedido foi negado pela Justiça. A busca e apreensão se estendeu também endereços ligados a Regina Cely Sampaio Guimarães, que se passava por chefe de gabinete do impostor. Ambos moram em Magé.

Segundo a Delegacia de Defraudações, Alessandro aproveitava da confiança obtida entre os funcionários das unidades de saúde para levar receitas médicas de hipnóticos e ansiolíticos e depois usá-los em vítimas de crime contra o patrimônio.

A finalidade era obter as medicações em larga escala para praticar crimes de roubo denominados “boa noite Cinderela”.

O delegado titular da Delegacia de Defraudações Alan Luxardo disse que Alessandro e Regina já vinham praticando esses golpes desde o ano passado.

—  Os dois atuavam em hospitais do Rio, da Baixada Fluminense e da Região dos Lagos. São crimes graves de penas bem elevadas. Se condenados, a pena pode passar de 15 anos. No ano passado, pessoas vieram aqui informando que desconfiavam de um homem que entrava nos hospitais dizendo ser subsecretário. Conseguimos um vídeo dele e fizemos a identificação. Depois, ao ir em outros hospitais e ver mais vídeos, percebemos que a atuação dele ocorria em todo o Estado do Rio — informou o delegado.


 

Veja também

Comitê Olímpico Cubano exige do COI a exclusão imediata de atleta da seleção de refugiados
REFUGIADOS

Comitê Olímpico Cubano exige do COI a exclusão imediata de atleta da seleção de refugiados

Incêndio no Aeroporto JFK, em Nova York, deixa ao menos 9 feridos, e quase mil pessoas são evacuadas
EUA

Incêndio no Aeroporto JFK, em Nova York, deixa ao menos 9 feridos, e quase mil pessoas são evacuadas

Newsletter