Polícia indicia motociclista por atropelamento

Motociclista Marcos André Borges foi indiciado por homicídio doloso pelo atropelamento da jovem, na Conde da Boa Vista

Alessandra Tamyris Tristão Santos, estudante de odontologia vítima do atropelamentoAlessandra Tamyris Tristão Santos, estudante de odontologia vítima do atropelamento - Foto: Reprodução/ Instagram

A Polícia Civil indiciou por homicídio doloso (quando há a intenção de matar) o motociclista Marcos André Borges Ferreira, 51 anos, que atropelou e matou a jovem Alessandra Tamyris Tristão Santos, 23. O crime aconteceu no dia 16 de agosto, quando o homem que pilotava a moto invadiu uma calçada da avenida Conde da Boa Vista, no bairro de mesmo nome, centro do Recife. Presidido pelo titular da Delegacia de Delitos de Trânsitos, delegado Paulo Jeann, o inquérito foi enviado ontem ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

O indiciado ainda teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa, mas a 7ª Vara Criminal da Comarca do Recife negou o pedido de prisão preventiva. Ou seja, Marcos André vai responder o crime em liberdade. Entre as medidas usadas para conclusão do inquérito está o resultado da perícia da velocidade no local e do exame pelo Instituto de Medicina Legal (IM) no corpo da vítima. Também foram levados em consideração os depoimentos de todas as testemunhas oculares do fato ocorrido na Boa Vista.

Veja também

Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro; candidato à reeleição diz que foi 'consensual'
Gean Loureiuro

Prefeito de Florianópolis é acusado de estupro; candidato à reeleição diz que foi 'consensual'

Merkel cria diálogo imaginário com coronavírus para defender novo bloqueio
Coronavírus

Merkel cria diálogo imaginário com coronavírus para defender novo bloqueio