Operação Campônio

Polícia prende suspeito de peculato e lavagem de dinheiro no Interior de Pernambuco

Preso foi encaminhado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru

Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS)Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS) - Foto: Divulgação/Seres

Um membro de uma organização criminosa voltada à prática de peculato e lavagem de dinheiro foi preso pela Polícia Civil, no âmbito da Operação Campônio, deflagrada nesta quinta-feira (7).

Peculato é "a apropriação, por parte de um funcionário público, de um bem a que ele tenha acesso por causa do cargo que ocupa". 

O preso foi encaminhado para a Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Por causa da Lei de Abuso de Autoridade, a polícia não divulgou o nome do homem. 

Além do mandado de prisão, foram expedidos oito mandados de busca e apreensão domiciliar, medidas cautelares diversas da prisão, sequestro de ativos financeiros, hipoteca e arresto. Os mandados são cumpridos nas cidades de Cupira e Jurema, ambas no Agreste.

As investigações começaram em setembro de 2020, sob a presidência do delegado Jeová Miguel, titular da 3ª Delegacia de Combate à Corrupção. 

"Ao longo das investigações, a gente conseguiu comprovar a participação de um grupo, que vinha atuando nos cargos de gerência do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cupira. Ao longo de 16 anos praticaram de forma reiterada desvio de valores do sindicato", explicou o delegado Jeová Miguel.

Estimativas da polícia indicam que podem ter sido desviados de R$ 2 milhões a R$ 3 milhões durante o tempo de atuação.

"O que complica a investigação é que grande parte do valor foi desviado em espécie. De toda forma, a gente conseguiu comprovar o desvio e favorecimento de aportes do sindicato em favor de familiares de um dos investigados", completou o delegado.

Alguns dos investigados foram afastados de suas funções no sindicato, segundo o delegado Jeová Miguel. A operação ainda apreendeu, nesta quinta-feira, R$ 36 mil em espécie e documentos que serão usados para dar sequência às investigações.

O nome da operação faz alusão ao indivíduo que vive e/ou trabalha no campo, também conhecido como camponês.

Veja também

Alimentos úmidos: mais hidratação e nutrição na dieta de um pet
Folha Pet

Alimentos úmidos, como sachês e patês, fornecem mais hidratação e nutrição

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano
Guerra

Rússia quer conectar usina de Zaporizhzhia à Crimeia, diz operador ucraniano