Polícia procura pai de santo suspeito de estuprar filha, enteada e sobrinho

Ele morava com a mãe das duas meninas há aproximadamente 11 anos e, segundo o delegado, abusava das crianças desde 2016, sempre que a mulher saía de casa

Delegado Eronides MenesesDelegado Eronides Meneses - Foto: Folha de Pernambuco

Um homem é procurado pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) apontado como autor do estupro de pelo menos três crianças em Olinda, no bairro de Caixa D’Água. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Eronides Meneses, da Delegacia de Peixinhos, ele é pai de santo e dono de duas farmácias em Olinda.

O homem de 35 anos teve a prisão decretada em novembro de 2017 por violentar o sobrinho de 14 anos, a enteada de 13 e sua filha de 5 anos. O homem morava com a mãe das duas meninas há aproximadamente 11 anos e, segundo o delegado, abusava das crianças desde 2016, sempre que a mulher saía de casa. De acordo com a Polícia Civil, a identidade do homem não foi revelada para proteger as crianças. 

Leia também:
Médico da UPA será investigado por nove estupros
PE: homem utilizava site de vendas OLX para atrair vítimas de estupro


A mulher denunciou o marido em outubro do ano passado, após uma briga entre o casal, em que ele chegou a dizer à esposa que estavam juntos apenas para que ele se mantivesse perto da filha dela. A filha mais velha expôs, então, a violência. Mais tarde, a mulher constatou que a criança mais nova também havia sido abusada e reclamava de ardências na região genital.

“Ele ameaçou fazer um trabalho de macumba e matar toda a família se a criança de 13 anos contasse o que tinha acontecido”, afirmou Meneses. O padrasto também a obrigou a dizer que perdeu a virgindade com o namorado, e chegou a comprar pílula do dia seguinte para ela. “Ela estava muito traumatizada e tivemos que convencê-la de que a culpa não era dela”, contou Meneses sobre a menina mais velha.

O homem está foragido desde novembro. A polícia ainda conseguiu, durante esse período, conversar com o acusado por telefone e negociaram um comparecimento à delegacia, mas ele jamais se apresentou. A Polícia Civil recebe informações sobre o pai de santo através dos telefones da Delegacia de Peixinhos: (81)3184-3678 ou 99488-7365.

Veja também

Vice-presidente da ANJ, Sylvino de Godoy Neto, visita a Folha de PernambucoVisita à Folha

Vice-presidente da ANJ, Sylvino de Godoy Neto, visita a Folha de Pernambuco

Prefeitura de SP pede autorização para diminuir intervalo entre dosesvacinação

Prefeitura de SP pede autorização para diminuir intervalo entre doses