Polícia recaptura ex-presidiário que sofreu tentativa de homicídio no Ibura

Na investida contra o criminoso, o motorista do Uber que o transportava, Maicon Hennan Duarte Brito, acabou assassinado

Motorista de Uber foi atingido por tiros disparados contra o veículo, no IburaMotorista de Uber foi atingido por tiros disparados contra o veículo, no Ibura - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

Quatro meses após sofrer uma tentativa de assassinato que resultou na morte de um motorista do Uber que o transportava, no bairro do Ibura, no Recife, um ex-presidiário foi detido pela polícia por tentativa de homicídio. José Maurílio Queiroz Henrique, de 32 anos, foi capturado no dia 27. Ele tem ainda antecedentes criminais por tráfico de drogas e homicídio na comunidade conhecida como Irmã Doroty, no bairro da Imbiribeira, na Zona Sul da capital.

O caso foi apresentado nesta segunda-feira (31) pelo delegado Francisco Océlio. O suspeito, José Maurílio, era o passageiro do Uber conduzido pelo corretor de seguros Maicon Hennan Duarte Brito. O motorista foi baleado e morreu na ladeira do UR1, no Ibura, Zona Sul, quando criminosos tentavam matar José Maurílio. O caso aconteceu no dia 10 de março. Na ocasião, gerou protestos por ser, na época, o terceiro assassinato de motorista de Uber em menos de uma semana.

Sentado no banco da frente, José Maurílio também foi atingido por vários disparos e levado à Policlínica e Maternidade Professor Arnaldo Marques, no Ibura, sendo depois transferido para o Hospital da Restauração, na região central do Recife. Ele chegou a ficar inconsciente e em estado grave, mas sobreviveu.

De acordo com a Polícia Civil, essa investida que ele sofreu foi de resposta a uma ação realizada por Maurílio e seu cunhado, Tito Gordo, líder criminoso da área, que teriam tentado eliminar um desafeto do tráfico em fevereiro deste ano. “A principal tese investigativa é essa que ele seria o alvo tendo em vista uma represália em razão de uma tentativa de homicídio praticada por ele e o cunhado, em fevereiro, contra o desafeto dele”, contou o delegado Océlio.

O delegado Francisco Océlio destacou que a prisão de Maurílio e de seu cunhado mostram o empenho da polícia em desarticular grupos criminosos que disputam o tráfico de drogas na Zona Sul. “A prisão dele e o mandado preventivo em desfavor do cunhado dele, o Tito Gordo, demonstram que com essas ações nós batemos forte nessas disputas pelo tráfico de drogas pelo Ipsep, Imbiribeira e Boa Viagem”. O fator principal da atenção da polícia são que essas disputas acarretarem em mortes. “Pretendemos então desarticular esses grupos criminosos que tem no tráfico de drogas uma verdadeira atividade laborativa, e que em razão dessas disputas, sobretudo na região de Boa Viagem e Imbiribeira, vidas são ceifadas” , afirmou o delegado

Veja também

Internado com Covid-19, idoso reencontra cachorrinha de estimação em despedida emocionante
Folha Pet

Internado com Covid-19, idoso reencontra cadela de estimação em despedida emocionante

Defensoria e MPPE recomendam ampliação de canais de agendamento para vacinação de idosos no Recife
RECIFE

Defensoria e MPPE recomendam ampliação de canais de agendamento para vacinação de idosos