A-A+

Zona da Mata

Policial acusado de matar garçom em Glória do Goitá vira réu

O garçom Adelino Costa Júnior, 24, foi atingido por um tiro no peito, durante seu trabalho

Manifestações na cidade pressionaram as autoridadesManifestações na cidade pressionaram as autoridades - Foto: Divulgação

Acusado de atirar contra um trabalhador de um bar, em Glória do Goitá, Zona da Mata de Pernambuco, o policial militar Isaías Araújo Leite se tornou réu na justiça. Ele foi indiciado pelo delegado Erivaldo Guerra por homicídio doloso duplamente qualificado por motivo fútil, sem que à vítima tivesse chance de defesa. 

O garçom Adelino Costa Júnior, 24, foi atingido por um tiro no peito, durante seu trabalho, no último dia 15 de agosto. Adelino chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Acusado da ação, o Isaías Araújo Leite está preso no Centro de Reeducação da PMPE (CREED) e virou réu da justiça sobre a morte de Adelino.  

Na cidade, diversas manifestações de familiares e amigos pressionaram o poder público pedindo justiça pelo ocorrido. O acusado foi preso no dia 31 de agosto, de acordo com a Polícia Militar de Pernambuco. Agora a investigação do caso segue realizada pela Corregedoria.  

Veja também

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife
Música

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake
Luto

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake