GUERRA NA UCRÂNIA

Presidente da Polônia alerta para risco da Rússia recorrer a armas químicas

O uso de uma arma de destruição em massa "mudaria a situação", disse o chefe de Estado polonês

Andrzej Duda, presidente da PolôniaAndrzej Duda, presidente da Polônia - Foto: Petras Malukas/AFP

O presidente da Polônia, Andrzej Duda, alertou para o perigo de Moscou utilizar armas químicas na invasão da Ucrânia, o que "mudaria a situação", na sua opinião, em entrevista à BBC transmitida neste domingo (13) pela presidência. 

"Quando você me pergunta se (o presidente russo Vladimir) Putin poderia ter usado armas químicas, acho que Putin é capaz de recorrer a qualquer coisa, especialmente em uma situação tão difícil", disse o presidente do país do Leste Europeu. 

Para Duda, o presidente russo "já perdeu politicamente essa guerra, e militarmente não está em condições de vencê-la".

O uso de uma arma de destruição em massa "mudaria a situação", disse o chefe de Estado polonês. 

Nesse caso, a Aliança Atlântica deverá se reunir para refletir sobre a sua atuação, pois a partir daí "a situação se tornará perigosa não só para a Europa, nem para a nossa região da Europa Central e Oriental, mas também para todo o mundo", disse Duda, segundo declarações publicadas pela agência de notícias polonesa PAP. 

Além disso, o presidente polonês estima que até cinco milhões de refugiados ucranianos fugirão de seu país, dos quais aproximadamente metade irá para este país que esteve sob a órbita da União Soviética.

A Polônia já acolheu 1.675.000, segundo dados divulgados este domingo pela polícia de fronteira.

Veja também

Blinken cita 'divergência real' por fala de Lula sobre Israel, mas destaca aliança
POLÊMICA

Blinken cita 'divergência real' por fala de Lula sobre Israel, mas destaca aliança

Medicamento para a asma pode prevenir riscos de alergias alimentares, diz estudo
PESQUISA

Medicamento para a asma pode prevenir alergias alimentares