Polos do Réveillon no Recife já começaram a contagem regressiva

Dois palcos já estão sendo montados na Zona Sul, no Pina e em Boa Viagem. Haverá festa também nas três ruas vencedoras do concurso Eu Amo o Natal

O prefeito Miguel Coelho se encontrou com o presidente da República, Jair Bolsonaro. A reunião foi articulada pelo senador Fernando Bezerra (MDB).O prefeito Miguel Coelho se encontrou com o presidente da República, Jair Bolsonaro. A reunião foi articulada pelo senador Fernando Bezerra (MDB). - Foto: Divulgação

Virar o ano na beira da praia já é tradição. No Recife, as atrações já foram definidas para garantir a animação do público. Nomes como Spok, Almir Rouche, Trombonada, Nena Queiroga e Fim de Feira marcam o tradicional Réveillon neste ano na Capital pernambucana. Ontem, as estruturas dos palcos começaram a ser montadas em frente ao edifício Acaiaca, em Boa Viagem, e também no Pina, ambos na Zona Sul.

Além dos shows, haverá a tradicional queima de fogos a partir da 0h. O colorido espetáculo terá 15 minutos de duração e, assim como nos anos anteriores, os artefatos serão distribuídos em duas balsas, que serão posicionadas em alto mar numa distância de aproximadamente 400 metros da costa. A festa começa às 19h30 em ambos os polos e vai até a madrugada do dia 1º. No polo do Pina quem abre a noite é o grupo D’Breck (ver arte). Ainda sobem ao palco a banda Fim de Feira e a cantora Nena Queiroga, que prepara o público para a queima de fogos. Logo em seguida, Gerlane Lops promete embalar o público com o seu samba.

Quem vai preparar o público para a grande virada é o cantor Almir Rouche, homenageado do Carnaval do Recife 2017. Passada a queima de fogos, é hora de dançar ao som de Geraldinho Lins. Fechando a noite, a Trombonada entra para avisar que está aberta oficialmente a temporada do frevo na Capital.

Economia


Para os hotéis da orla de Boa Viagem, a expectativa deste ano é otimista, superando os 90% do ano passado. A média para toda a rede hoteleira da cidade também é boa: já está em 85%. Outra boa notícia para o trade é que janeiro se anuncia um mês bem mais movimentado que no ano passado, com taxa de ocupação chegando a 80%.

“O Réveillon do Recife tem consolidado, pelo terceiro ano consecutivo, a Capital como o melhor destino para a festa . Com isso, a expectativa de crescimento no turismo só aumenta. Só a rede hoteleira da orla estima uma ocupação de 90%. E, de forma geral, teremos um incremento de 6% em relação a 2015. Um ponto muito positivo em meio à crise econômica que estamos vivendo”, comemora o secretário-executivo de Turismo e Lazer do Recife, Mustafá Dias.

Região Metropolitana

Jaboatão dos Guararapes e Olinda ainda não fecharam a programação para a virada do ano. Já em Paulista, na altura do Bompreço do Janga, no Grande Recife, a banda Tribo de Jah vai transformar a orla do Janga num pedacinho da Jamaica, com um show repleto de sucessos do reggae nacional e internacional. A programação do Réveillon, que tem início às 20h, ainda inclui as bandas O Disco, Ynove e The Rossi - homenageia Reginaldo Rossi.

Além disso, o tão esperado show pirotécnico - que vai durar cinco minutos a menos em relação à queima de fogos do Recife - promete encher os olhos das pessoas com o seu misto de cores. A expectativa é de que o show da virada termine por volta das 4h. Para realizar o Réveillon deste ano, a gestão do município contou com patrocinadores privados.

Veja também

Conselho de Enfermagem apura denúncias de fraude na vacinação em São Paulo
Coronavirus

Conselho de Enfermagem apura denúncias de fraude na vacinação em São Paulo

Supremo decide manter em Brasília casos de Lula retirados da Lava Jato de Curitiba
STF

Supremo decide manter em Brasília casos de Lula retirados da Lava Jato de Curitiba