Feriadão

População lota praias do Estado no primeiro feriado após liberação do comércio

Na orla de Boa Viagem, a mais procurada da Região Metropolitana do Recife, banhistas ignoraram o distanciamento social e o uso de máscara

Movimentação na Praia de Boa Viagem no feriado da IndepêndenciaMovimentação na Praia de Boa Viagem no feriado da Indepêndencia - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

O primeiro feriado após a retomada do comércio de praia em Pernambuco foi marcado pelo desrespeito às normas das autoridades sanitárias para evitar o contágio do coronavírus. No Dia da Independência do Brasil, celebrado nesta segunda-feira (7), a Praia de Boa Viagem, a mais procurada da Região Metropolitana do Recife, foi tomada por uma multidão que ignorou o distanciamento social e o uso de máscara, principais orientações dos especialistas.

Aparentemente, a movimentação estava maior do que a registrada no domingo (6). As medidas impostas pelo Governo do Estado e as prefeituras para conter a disseminação da Covid-19 foram deixadas de lado. Fiscais circularam pela orla para orientar sobre os protocolos de segurança e evitar aglomerações, mas ação não foi suficiente para intimidar ou sensibilizar a população. Enquanto isso, nesta segunda, Pernambuco registrou 268 novos casos e 19 mortes da doença, totalizando 132.420 infectados e 7.721 mortes, desde o início de março.

O aposentado José Pereira, 69, foi à praia de Boa Viagem para caminhar, mas disse que ficou surpreso com a quantidade de gente no local. "Pior que isso é o fato de as pessoas não levarem em consideração o que médicos do mundo inteiro orientam para se prevenir contra o coronavírus. É como se não estivéssemos passando mais por uma pandemia, mas sabemos que o vírus continua circulando e todos expostos a ele", comenta.

No meio dos guarda-sóis, uma bandeira com uma caveira balançava com o vento, dando um sinal da possível consequência da aglomeração. Mas ninguém parecia entender a mensagem. Chamou atenção o fato de as pessoas já chegarem ao local sem máscara. Na Praia do Pina, também na Zona Sul do Recife, o cenário era o mesmo. Mesas e cadeiras de grupos diferentes de pessoas muito próximas umas das outras. 

Litoral Sul
A situação não foi muito diferente em Porto de Galinhas, no município de Ipojuca, um dos principais destinos do Litoral Sul do Estado. A Prefeitura da cidade realizou neste domingo uma grande ação de conscientização no local para reforçar os cuidados com a higiene e o uso da máscara de proteção contra o Covid-19. A iniciativa intitulada “Eu respeito! #UseMascara”, envolveu diversas secretarias municipais, e contou com a distribuição de mais de 2.500 máscaras entre os banhistas e comerciantes no calçadão e na faixa de areia.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, das 6h do sábado (5) às 6h deste domingo (6), foram realizadas 1.144 intervenções preventivas nas praias do Estado, desde aviso de área perigosa a retirada de pessoas da água. O balanço parcial das intervenções neste feriado deve ser divulgado ainda nesta segunda.

Veja também

Suprema Corte barra restrições contra Covid-19 em eventos religiosos de Nova York
EUA

Suprema Corte barra restrições contra Covid-19 em eventos religiosos de Nova York

Professores da rede estadual paralisam atividades em Pernambuco em protesto por piso salarial
PERNAMBUCO

Professores da rede estadual param atividades, hoje, em protesto por piso salarial