DIA DOS NAMORADOS

Por trás do amor, o comércio: veja como surgiu a comemoração do Dia dos Namorados no Brasil

No Brasil, data passou a ser celebrada em junho por conta do publicitário João Doria, pai do ex-prefeito e governador de São Paulo

ShoppingShopping - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Data mais apaixonada do calendário, o 12 de junho é celebrado todos os anos no Brasil como “Dia dos Namorados”. Mas a escolha por essa data não foi em vão, e apesar de todo romantismo e sentimento de união e afeto, há também um viés comercial por trás.

A origem da data passa pela Igreja Católica, através da história de vida de São Valentim. Padre do Império Romano, à época governado pelo imperador Cláudio II, ele, assim como os outros párocos e soldados, estava proibido de se envolver amorosamente. A justificativa para os religiosos, que se estende aos dias atuais, é de que somente a igreja deve ser o foco.


Indignado com a ordem, Valentim passou a celebrar casamentos proibidos de soldados do Império Romano às escondidas. Depois de oficializar algumas uniões, ele acabou descoberto e preso, a mando de Cláudio II. O imperador, então, pediu para que Valentim escolhesse entre renunciar a sua fé ou morrer. Ele foi apedrejado e decapitado. 


Os registros para a canonização dele são datados durante o pontificado de Gelásio I (492-496). À época, o papa também havia decidido que uma festa fosse realizada todo dia 14 de fevereiro em sua memória. Daí a explicação para o “Valentine’s Day” nos Estados Unidos.


Por trás do amor, o comércio
No Brasil, no entanto, a escolha pela data do 12 de junho também passa por um motivo relacionado à economia.


No ano de 1949, o publicitário João Doria, pai do ex-prefeito e governador de São Paulo de mesmo nome, levantou a frase “Não é só com beijos que se prova o amor” em uma campanha e instituiu a comemoração no sexto mês do ano. 


A estratégia foi uma tentativa de reverter, no comércio, o quadro de poucas vendas naquele período. E é usada até os dias de hoje.

Professora e historiadora,  Thalyta Rafaela de Oliveira chamou atenção para um terceiro motivo para a escolha da data. “Aqui no Brasil, a origem da data está relacionada com o comércio, uma vez que nessa época do ano as compras eram muito ‘fracas’.  João Doria escolheu o dia que antecede o dia de Santo Antônio, conhecido por ser considerado o santo casamenteiro”, disse.

Ela fez uma comparação entre a comemoração nacional e a que acontece ao redor do mundo, reforçando a tese comercial brasileira.

“Ao contrário de outros lugares do mundo, como nos Estados Unidos e na Europa, em que a data é comemorada em fevereiro em homenagem ao padre romano que foi condenado por contrariar as autoridades, aqui no Brasil foi criada com o objetivo de alavancar o comércio mesmo. Até 1949, as vendas eram as mais baixas do ano”, completou.

Diogo Barreto, também historiador e professor, citou a existência de duas comemorações no Brasil para o Dia dos Namorados. No entanto, classificou a do mês de junho como a mais popular.

“Embora a origem dessa data seja mais voltada a São Valentim e rituais pagãos envolvendo festividades da fertilidade no Império Romano, ainda no século V, quando foram banidas pela Igreja Católica, o mundo comemora a data mesmo no dia 14 de fevereiro. Atualmente, há duas comemorações no Brasil, embora a de junho seja a mais chamativa”, assegurou ele.

“Sim” numa  data especial
O Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão), no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife, receberá um casamento comunitário nesta segunda-feira (12), quando também se comemora o Dia dos Namorados. O evento está previsto para começar às 15h. Mais de 500 casais subirão ao altar.

 

Veja também

Países Baixos prometem seguir buscando justiça dez anos depois da derrubada do voo MH17 na Ucrânia
ACIDENTE

Países Baixos prometem seguir buscando justiça dez anos depois da derrubada do voo MH17 na Ucrânia

Chefe de segurança da líder opositora da Venezuela é preso a poucos dias da eleição
Venezuela

Chefe de segurança da líder opositora da Venezuela é preso a poucos dias da eleição

Newsletter