Pré-estreia da Paixão de Cristo teve fala de Tonico Pereira 'Bolsonaro não', simpatia de Bahls e err

A pré aconteceu nesta sexta-feira (23) com um número menor de nomes conhecidos

Atores contaram suas impressões sobre a temporada 2018 da Paixão de CristoAtores contaram suas impressões sobre a temporada 2018 da Paixão de Cristo - Foto: Gustavo Gloria/FolhaPE

A Paixão de Cristo de Nova Jerusalém chegou em sua 51ª edição renovando a tradição em sua pré-estreia. Embora, o chefe do Estado Paulo Câmara, figura presente em todas as edições para convidados, não estivesse entre os que circularam, por conta da visita do presidente Temer, também nesta sexta-feira (24), o vice-governador Raul Henry, a primeira-dama do Estado, Ana Luiza Câmara e Renata Campos levaram as crianças para prestigiar a encenação, que começou com uma hora de atraso.

 

Ana Luiza Câmara e Renata Campos assistiram a pré-estreia

Ana Luiza Câmara e Renata Campos assistiram a pré-estreia - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Góes mostrou que encarnou muito bem o papel

Góes mostrou que encarnou muito bem o papel - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Fabiana Pirro e Rita Guedes

Fabiana Pirro e Rita Guedes - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Moliterno e Góes

Moliterno e Góes - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Góes na cena da Santa Ceia recebeu muitos elogios

Góes na cena da Santa Ceia recebeu muitos elogios - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

 

 

A primeira exibição para o público contou com algumas falhinhas, nada que fizesse perder o brilho e situações comuns para um primeiro dia, como a queda da coroa de espinhos da cabeça de Cristo (Renato Góes), na cena com Pilatos (Kadu Moliterno) e Anás (Tonico Pereira), situação que Tonico contornou, quando apanhou e colocou, como se fizesse parte do roteiro. "É normal acontecer esses imprevistos, são cenas que acabam virando um grande balé", justificou Góes na coletiva. Outra situação, foi a sincronização das vozes com o áudio das falas, que são todas gravadas, alguns atores ainda não conseguiam acompanhar o som, mas nada que não vá se ajustando até o sábado (31), último dia de exibição.

 

Guedes como Madalena

Guedes como Madalena - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

O calvário

O calvário - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Bahls resistiu e atendeu a todos os pedidos de cliques até o final

Bahls resistiu e atendeu a todos os pedidos de cliques até o final - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

O fim do espetáculo, onde todos os atores se reúnem na cidade-teatro

O fim do espetáculo, onde todos os atores se reúnem na cidade-teatro - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

 

 

Algumas novidades também chamaram atenção, os cenários ganharam mais iluminação e alguns alguns toques especiais, entre eles, o templo de Pilatos. Já na dança de Herodes, a famosa cena do Bacanal, modelos plus size foram colocados no balé, novidade que foi bastante aprovada pelo público. Falando em Bacanal, foi a Herodíades (Nicole Bahls) que mais chamou atenção ao final do espetáculo. Ficou por alguns minutos atendendo os pedidos de fotos de uma turma que não queria sair do pé do palco. Detalhe, ela ficou sozinha atendendo os pedidos. "Eu queria descer na hora e atender a todos os pedidos. Estou adorando essa experiência, conhecia uma vózinha entre os figurantes que estou doida para levar para casa, dona Joana. Aliás, acho que os figurantes deveriam participar desta coletiva também, tem gente brilhante e com histórias lindas por lá", surpreende Bahls, que esbanja simpatia e beleza.

COLETIVA

Após a pré-estreia o elenco conversou com a imprensa sobre a experiência vivida. Alguns estreando como Tonico Pereira, Rita Guedes, Kadu Moliterno, Vitor Fasano e Nicole Bahls e outros contabilizando diversas edições, como Renato Góes, que já fez um apóstolo e Fabiana Pirro, que já fez Maria em 2009. "Tentei fazer uma nova Maria, mais humana, mais mulher, como todas nós somos. Sou mãe, tenho um filho de 13 anos e sei que todas nós temos um pouco de Maria, da mãe que cuida, zela e sofre por eles", disse Pirro, que é pernambucana.

 

Fabiana Pirro (Maria)

Fabiana Pirro (Maria) - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Tonico Pereira (Anás)

Tonico Pereira (Anás) - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Kadu Moliterno (Pilatos)

Kadu Moliterno (Pilatos) - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

 

 

Kadu Moliterno brincou que se tivesse 30 anos adoraria fazer o Cristo. "Estou corando os meus 48 anos de carreira neste lugar", disse, brincando que o maior medo é de cair do cavalo na cena que Pilatos aparece. Já o veterano Tonico Pereira, revelou que está cansado fisicamente, pois está colando um trabalho no outro. "Não sou mais criança, mas estou devendo muito, então tenho que trabalhar para pagar meus débitos", brincou. Ele ainda recordou o tempo em que trabalho Luiz Mendonça e ao sair da coletiva soltou: "Bolsonaro não".

O Jesus Cristo, o recifense Renato Góes, foi o mais esperado, contou que pesquisou muito para viver o papel principal e se emocionou ao falar sobre o momento. "Nunca pensei em viver isso, embora já tenha trabalho aqui, não imaginava viver o protagonista". Góes, namorado de Thaila Ayala, que vem conhecer o espetáculo em data não revelada, disse que emagreceu e mudou alimentação para exibir o corpo nas cenas finais.

 

Nicole Bahls (Herodíades)

Nicole Bahls (Herodíades) - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Rita Guedes (Madalena)

Rita Guedes (Madalena) - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

Renato Góes (Jesus Cristo)

Renato Góes (Jesus Cristo) - Crédito: Gustavo Gloria/FolhaPE

 

 

Vitor Fasano e Nicole Bahls que contracenam juntos na cena do Bacanal mostraram sintonia. Porém, Victor contou que se sentiu engessado por conta do áudio. "A emoção é retida por conta do áudio que é gravado. Você fica enclausurado, não pode mudar mais nada, é aquela entonação e pronto", disse. Já Nicole, é só alegria, disse que vai se dedicar mais ainda a carreira de atriz. Se retornasse uma próxima vez a Nova Jerusalém só não gostaria de uma coisa: "fazer um personagem que fizesse Jesus sofrer". Sobre um aprendizado: "Minha fé aumentou. Eu não tinha conhecimento do que Jesus tinha passado", revelou.

Por fim, Rita Guedes, atriz que deixou os Estados Unidos recentemente para retornar a carreira no Brasil, veterana em novelas da Rede Globo, disse que está admirada com a beleza de Nova Jerusalém, costuma passear à noite pelos cenários para sentir a energia do lugar. No Papel de Madalena, ela disse que ainda não assistiu o filme 'Maria Madalena', de Garth Davis, que está em cartaz, mas pretende. "Não quis assistir antes para ser fiel ao que estudei, mas pretendo", Rita estreia em breve uma série no canal FOX.

Veja também

Arce assumirá as rédeas de uma Bolívia polarizada e em crise econômica
América Latina

Arce assumirá as rédeas de uma Bolívia polarizada e em crise econômica

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro
Covid-19

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro