Polêmica

Pré-estreia de 'Quatro Vidas de Um Cachorro' é cancelada após denúncia de maus-tratos

Imagens mostram um adestrador forçando o cachorro a entrar em tanque de água que simula correnteza

Quatro Vidas de Um Cachorro estreia na próxima semana, dia 27Quatro Vidas de Um Cachorro estreia na próxima semana, dia 27 - Foto: Divulgação/Universal


 

A Universal Pictures e a produtora Amblin Entertainment, responsáveis pelo filme 'Quatro Vidas de Um Cachorro', informaram na noite da última quinta-feira (19), o cancelamento da pré-estreia do longa. A decisão aconteceu logo após o vazamento de um vídeo do set de filmagem que mostra um cachorro sendo forçado a entrar na água. Em nota, eles afirmam que, por conta de um vídeo ''editado'', a distribuidora achou melhor cancelar a première e as entrevistas agendadas com a imprensa para divulgação do filme, que aconteceria em Los Angeles, neste final de semana. 


 

''Não queremos que nada atrapalhe este filme que celebra o relacionamento entre homens e animais. Desde que essas imagens surgiram, a Amblin está em contato com o pessoal da segurança, treinadores e coordenadores de dublês para revisar o que ocorreu''. No entanto, a estreia do filme continua marcada para o dia 27 de janeiro, nos Estados Unidos.

Entenda o caso

As imagens, gravadas em novembro de 2015 no Canadá e divulgadas pelo site TMZ, mostram um adestrador aparentemente forçando um cachorro da raça pastor alemão a entrar em um tanque com águas turbulentas. Assustado e sem querer entrar na água, o cão, chamado Hercules, é colocado dentro do reservatório. A Peta (People for the Ethical Treatment of Animals), entidade que defende tratamento ético aos animais, pediu boicote ao filme. O assunto tomou conta das redes sociais e a repercussão foi negativa, tanto que no IMDB (Internet Movie Database) - banco de dados de filmes e séries de TV que permite que o público atribua notas - a avaliação de "Quatro Vidas de Um Cachorro" já começou a cair: 94% dos usuários classificaram a produção com nota 1, a mínima no site.  

 

 

Veja também

Autoridades dos EUA não descartam hipótese de fuga acidental do vírus Sars-Cov-2 na China
Pandemia

Autoridades dos EUA não descartam hipótese de fuga acidental do vírus Sars-Cov-2 na China

TV por assinatura em domicílios recua para 30,4% em 2019
IBGE

TV por assinatura em domicílios recua para 30,4% em 2019