Peru

Prefeito de Machu Picchu denuncia perda de importante placa de ouro do distrito

O prefeito indicou que no município há apenas uma placa de prata e que, quando tomou posse em janeiro, os objetos indicados não foram transferidos

Machu PicchuMachu Picchu - Foto: Fabiano Antunes

O prefeito do distrito de Machu Picchu, Elvis Latorre, denunciou nesta segunda-feira (10) a perda da placa de ouro e do pergaminho que foram entregues quando a cidadela inca foi reconhecida em 2007 como uma das sete maravilhas do mundo.

"Não temos a placa de ouro e o pergaminho, vamos fazer a denúncia correspondente para poder determinar os responsáveis" pelo sumiço, disse Latorre à rádio RPP.

O prefeito indicou que no município há apenas uma placa de prata e que, quando tomou posse em janeiro, os objetos indicados não foram transferidos.

"Vamos denunciar o fato à Procuradoria por se tratar de bens do Estado e da história de Machu Picchu", disse Latorre, após considerar a situação um escândalo mundial.

O prefeito destacou que consultou os ex-prefeitos do distrito, localizado aos pés da cidadela, e nenhum sabia o motivo do sumiço e a localização dos objetos.

A placa de ouro e o pergaminho foram entregues às autoridades locais quando Machu Picchu foi declarada uma das "Novas 7 Maravilhas do Mundo". O evento, organizado pela Fundação New Open World na cidade de Lisboa, Portugal, aconteceu no dia 7 de julho de 2007.

A cidadela inca foi escolhida juntamente com o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, a Grande Muralha da China, a pirâmide de Chichén Itzá (México), o Coliseu de Roma (Itália) e o Taj Mahal (Índia).

Conhecida como "a cidade perdida dos incas", foi declarada em 1981 Patrimônio Histórico e Natural da Humanidade pela Unesco.

Veja também

Aborto: entenda o projeto de lei que equipara aborto legal a homicídio no Brasil
Brasil

Entenda em 3 pontos o projeto de lei que equipara aborto legal a homicídio no Brasil

ONU alerta que faltam 'muitas questões a resolver' antes da COP29
COP29

ONU alerta que faltam 'muitas questões a resolver' antes da COP29

Newsletter