Prefeitura de Olinda promete ações na Presidente Kennedy

A solução para o caso da via - que percorre seis bairros por mais de sete quilômetros e em 2018 completa meio século de existência - foi promessa de campanha de todos os prefeituráveis

Corredor foi pauta em audiência pública ontemCorredor foi pauta em audiência pública ontem - Foto: Bruno Campos/Arquivo Folha

 

A avenida Presidente Kennedy, em Olinda, foi assunto de audiência pública na Câmara de Vereadores, convocada pelo vereador Vladimir Labanca (PTC). O motivo do encontro foi a profusão de problemas oriundos da requalificação do logradouro, em 2008/2013, ao custo de quase R$ 9 milhões: insegurança, faixas de pedestre mal colocadas e falta de drenagem, iluminação, retornos, calçadas e ciclofaixas.

A solução para o caso da via - que percorre seis bairros por mais de sete quilômetros e em 2018 completa meio século de existência - foi promessa de campanha de todos os prefeituráveis, inclusive o eleito, Professor Lupércio (SD). A prefeitura promete ações paliativas para minimizar os transtornos.
Segundo o presidente da Casa Bernardo Vieira de Melo, vereador Jorge Federal, o consenso entre representantes da prefeitura, do Ministério das Cidades e dos movimentos sociais é de que “a via precisa ter um novo formato que atenda à necessidades da sociedade”.

Os secretários municipais Evandro Avelar (Serviços Públicos), Simone Lucchese (Obras) e Gustavo Alves (Trânsito e Transportes) afirmaram que criaram uma comissão, junto com a Secretaria das Cidades estadual, “com o objetivo de levantar um estudo para viabilizar uma obra mais estruturadora”.

 

Veja também

TJPE atinge menor taxa de congestionamento processual dos últimos dez anos

TJPE atinge menor taxa de congestionamento processual dos últimos dez anos

Hospital dos Servidores do Estado (HSE) vacina funcionários da linha de frente contra Covid-19
Coronavírus

Hospital dos Servidores do Estado (HSE) vacina funcionários da linha de frente contra Covid-19