Prefeitura de SP volta atrás e desiste de bloqueios de vias contra coronavírus

Na segunda (4), a medida causou 11 km de congestionamento na cidade entre 8h e 9h e 21 km de lentidão às 8h, segundo balanço divulgado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego)

Bruno Covas, prefeito de São PauloBruno Covas, prefeito de São Paulo - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

A Prefeitura de São Paulo voltou atrás quanto ao bloqueio de vias da cidade após a medida causar congestionamento, inclusive de ambulâncias, e falhar em aumentar os índices de isolamento social contra o novo coronavírus. Na segunda (4), a medida causou 11 km de congestionamento na cidade entre 8h e 9h e 21 km de lentidão às 8h, segundo balanço divulgado pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). Agora, vias passam a exibir mensagens educativas para incentivar motoristas a ficar em casa.

Leia também:
Decreto obriga comércio a fornecer álcool gel para clientes na cidade de São Paulo
São Paulo terá bloqueio total de carros em ruas e avenidas nesta terça

As avenidas Yervant Kissajikian, na altura do número 1.837, e Aricanduva, no sentido centro (altura da avenida dos Latinos) tiveram "blitze educativas" das 7h às 9h. "A intervenção possibilita a exibição de mensagens por profissionais de saúde aos motoristas, lembrando sobre as medidas essenciais para prevenir a disseminação da doença", diz comunicado da prefeitura.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que nos locais haverá painéis móveis com a mensagem "Previna-se do coronavírus, fique em casa". Os bloqueios haviam sido anunciados na última semana, entraram em vigor na segunda-feira, mas não chegaram ao terceiro dia. A princípio, apenas os corredores exclusívos para ônibus estariam liberados para passagem de veículos.

Na terça-feira (5), o Ministério Público de São Paulo, por meio Promotoria de Justiça de Habitação e Urbanismo, instaurou um inquérito para apurar se os bloqueios foram embasados por estudos técnicos de tráfego e de saúde e se a medida levava em conta as consequências para circulação do transporte coletivo, de pedestres, profissionais da saúde, viaturas e ambulâncias.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Fabricantes devem cumprir compromissos na entrega de vacinas, diz Comissão Europeia
Vacina pelo mundo

Fabricantes devem cumprir compromissos na entrega de vacinas, diz Comissão Europeia

Cidade do interior de São Paulo decreta toque de recolher
Pandemia

Cidade do interior de São Paulo decreta toque de recolher