Pernambuco

Prefeitura do Jaboatão entrega 75 toneladas de alimentos a instituições e transporte escolar

A distribuição das cestas básicas terá início na próxima segunda-feira (18)

Ação da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes beneficia cerca de 8.800 famíliasAção da Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes beneficia cerca de 8.800 famílias - Foto: Divulgação

A Prefeitura de Jaboatão dos Guararapes distribuirá, neste mês de janeiro, 75,3 toneladas de alimentos, entre 95 instituições que atendem famílias em situação de vulnerabilidade e 179 condutores e auxiliares do transporte escolar do município. A ação faz parte das medidas emergenciais para garantir alimentação das pessoas afetadas economicamente pela pandemia da Covid-19.
 
A distribuição dos alimentos terá início na próxima segunda-feira (18), beneficiando 8.612 famílias. Todas as 95 entidades mapeadas pela Prefeitura da cidade prestam atendimento socioassistencial a pessoas em situação de risco e vulnerabilidade. 
 
Nessa quinta-feira (14), a quarta etapa de entrega das cestas básicas aos profissionais do transporte escolar, contendo 2,3 toneladas, aconteceu no Centro Cultural Miguel Arraes, no sistema drive-thru. A categoria tem enfrentado dificuldades com a perda de contratos para o transporte dos estudantes das escolas particulares desde o ano passado, quando as aulas foram suspensas.


“Temos o compromisso de priorizar as questões sociais e esse olhar é determinante para identificar quem necessita do nosso apoio. Foi o que fizemos no ano passado, mapeando todas as categorias mais afetadas pela Covid-19 para distribuirmos as cestas básicas. A pandemia ainda é uma realidade e não podemos deixar tantas famílias desprovidas de alimentos”, disse o prefeito Anderson Ferreira.

Veja também

Novos casos de Covid aumentam no mundo pela 1ª vez em sete semanas
Covid-19

Casos aumentam no mundo pela 1ª vez em sete semanas

Prefeitos articulam criação de consórcio para negociar compra de vacinas contra a Covid
Coronavírus

Prefeitos articulam criação de consórcio para negociar compra de vacinas contra a Covid