Prefeitura do Recife lança aplicativo para mapear focos de mosquitos

Ferramenta pretende dar mais agilidade ao trabalho dos agentes na coleta de dados, transmissão, consolidação, identificação automática da presença de focos dos mosquitos na cidade

Aplicativos vão ajudar no mapeamento de focos de mosquitosAplicativos vão ajudar no mapeamento de focos de mosquitos - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

Um aplicativo para mapear os focos dos mosquitos Aedes aegypti e Culex quinquenfaciatus, conhecido popularmente como muriçoca, foi lançado nesta quinta-feira (21) pela Prefeitura do Recife. A ferramenta, desenvolvida pela Empresa Municipal de Informática (Emprel), pretende dar mais agilidade ao trabalho dos agentes na coleta de dados, transmissão, consolidação e identificação automática da presença de focos dos mosquitos na cidade.

Segundo a assessoria de comunicação da prefeitura, 60 agentes de Saúde Ambiental e Controle de Endemias (Asaces) já receberam smartphones com o app Saúde Ambiental Digital e estão monitorando as casas do Distrito Sanitário VI, que abrange os bairros de Boa Viagem, Brasília Teimosa, Imbiribeira, Ipsep e Pina, na Zona Sul da capital. Segundo a prefeitura, até o fim do ano, todos os 600 agentes de saúde ambiental do Recife estarão com os aparelhos em mãos e vão percorrer os demais distritos bairros da cidade.

Leia também:
Pesquisa desenvolve Aedes aegypti que só produz ovos estéreis


De acordo com o prefeito do Recife, Geraldo Julio, o aplicativo vai permitir que os agentes tenham acesso a mapas, dados e tabelas, que serão registrados online com localização georreferenciada do local onde foi encontrado foco do mosquito. Ainda segundo o prefeito, projeto ainda está na fase de piloto, mas deverá ser estendido em breve.

O secretário de Saúde do Recife, Jaílson Correia, explicou que o aplicativo vai registrar o roteiro dos agentes no dia a dia, e serão gerados relatórios e informações para serem utilizados no desenvolvimento de ações de prevenção e promoção de saúde.

Veja também

PCdoB solicita continuidade do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda
STF

PCdoB solicita continuidade do Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda

TJPE atinge menor taxa de congestionamento processual dos últimos dez anos

TJPE atinge menor taxa de congestionamento processual dos últimos dez anos