Prefeitura do Rio já fechou 5,6 mil lojas que descumpriram quarentena

O objetivo da prefeitura carioca é reduzir a propagação do vírus

Ruas do Rio de Janeiro vaziasRuas do Rio de Janeiro vazias - Foto: Thomas Silva/Agência Brasil

A prefeitura do Rio de Janeiro fechou mais de 5,6 mil estabelecimentos comerciais que descumpriam decreto municipal que estabelecia o funcionamento de serviços e comércio na cidade durante a pandemia de covid-19. O número se refere a todas as fiscalizações feitas desde 18 de março.

Ao todo, a Secretaria Especial de Ordem Pública já visitou 8,2 mil estabelecimentos. Além de impedir o funcionamento de alguns tipos de comércio, a prefeitura também estabeleceu horários diferenciados de abertura.

Leia também:
Prefeitura de SP define fechamento parcial de vias para conter coronavírus
Coronavírus: calendário escolar pode ficar comprometido até 2022, alerta CNE
Brasil registra mais de 6.000 mortes por coronavírus, com 428 novos óbitos em 24h


O objetivo da prefeitura é evitar aglomerações e reduzir a propagação do vírus que provoca a covid-19. Outra ação da prefeitura foi a criação de um disque aglomeração que recebe denúncias referentes a esse tipo de problema. Desde 31 de março, foram recebidas cerca de 3,9 mil ligações.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Fernando de Noronha realiza o primeiro salvo-aéreo noturno para transferir paciente com Covid-19
Modernização

Noronha realiza o primeiro salvo-aéreo noturno para transferir paciente com Covid-19

Pedre e noivos são presos em casamento que quebrou regras da quarentena no Chile
QUARENTENA

Pedre e noivos são presos em casamento que quebrou regras no Chile