Presidente da Argentina critica Bolsonaro e diz que Brasil pode repetir caminho da Itália

Na noite de domingo (29), Fernández ampliou por mais 15 dias o período de isolamento total no país

Presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández Presidente eleito da Argentina, Alberto Fernández  - Foto: PEDRO PARDO / AFP

presidente argentino, Alberto Fernández, fez críticas a Jair Bolsonaro pois o presidente brasileiro se opõe à implementação de quarentena e outras medidas mais severas para conter o coronavírus.

Na noite de domingo (29), Fernández ampliou por mais 15 dias o período de isolamento total no país, além de manter as fronteiras fechadas e a mobilidade urbana restrita na Argentina.

Leia também:
Novo embaixador dos Estados Unidos chega ao Brasil
Brasil registra 136 mortes pelo novo coronavírus


Ele afirmou que "as declarações e ações de Bolsonaro levam a pensar que o país pode entrar numa mesma espiral que a Itália" e acrescentou que se preocupa muito com o fato de que países como o Brasil "não entendam a gravidade do problema".

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Projeto doa próteses auditivas a pessoas em situação de vulnerabilidade em Paulista
RMR

Projeto doa próteses auditivas a pessoas em situação de vulnerabilidade em Paulista

Adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação contra Covid-19, anuncia ministro
Imunização

Adolescentes entre 12 a 17 anos serão incluídos na vacinação contra Covid-19, anuncia ministro