Coronavírus

Presidente da Bolívia é 'assintomática' para a Covid-19, diz seu médico

Áñez saiu brevemente na varanda da residência presidencial nesta sexta e ergueu a mão para cumprimentar os jornalistas reunidos na rua

Presidente da Bolívia Jeanine ÁñezPresidente da Bolívia Jeanine Áñez - Foto: Jorge Bernal / AFP ORGE BERNAL

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Áñez, que testou positivo para o novo coronavírus na última quinta-feira, é uma paciente "assintomática", segundo o seu médico pessoal, Andrei Miranda, informou nesta sexta-feira (10). 

A presidente, de 53 anos, que também é candidata às eleições no próximo 6 de setembro, "encontra-se assintomática, de bom humor e enérgica, realizando apenas cuidados preventivos, podendo realizar todas as suas atividades dentro do isolamento doméstico que o protocolo determina", ressaltou Miranda em um "relatório médico diário". 

Áñez saiu brevemente na varanda da residência presidencial nesta sexta e ergueu a mão para cumprimentar os jornalistas reunidos na rua. 

 

Segundo o boletim médico, Áñez "estava em contato com pessoas carregando a Covid-19 e, por esse motivo, foi realizado o respectivo teste, o que deu um resultado positivo". 

Miranda disse à emissora de televisão Cadena A que Áñez está "estável", isolada em sua residência e "é absolutamente assintomática, não apresenta nenhum sintoma relacionado ao coronavírus". 

Este é o segundo caso de um presidente sul-americano com coronavírus, depois que Jair Bolsonaro anunciou na última terça que deu positivo para o vírus. 

Áñez, que sucedeu o esquerdista Evo Morales após sua renúncia em novembro do último ano, aparece como terceira nas pesquisas eleitorais, com 16,9% das intenções de voto. 

O candidato apoiado por Morales, Luis Arce, lidera com 33,3%, seguido pelo ex-presidente centrista Carlos Mesa, com 18,3%, de acordo com as últimas pesquisas publicadas em março. 

Três membros do gabinete de Áñez, incluindo os ministros da Presidência, Yerko Núñez, e da Saúde, Eidy Roca, anunciaram nos últimos dias que também estavam infectados. 

A presidente da Assembleia Legislativa, Eva Copa, do Movimento de oposição ao Socialismo (MAS), também confirmou nesta tarde que testou positivo para o coronavírus. 

Áñez disse última quinta-feira em um vídeo postado em sua conta no Twitter que foi submetida ao teste para a Covid-19 devido a vários casos positivos entre membros do seu governo. 

"Fiz o teste e também testei positivo", anunciou Áñez na mensagem. "Ficarei em quarentena por cerca de catorze dias até fazer um novo teste", acrescentou.

A Bolívia, com 11 milhões de habitantes, registra 44.113 casos e 1.638 mortos.

Veja também

Bolsonaro terá 15 dias para pagar R$ 2.600 após perder ação para Jean Wyllys
PROCESSO JUDICIAL

Bolsonaro terá 15 dias para pagar R$ 2.600 após perder ação para Jean Wyllys

Homens que ameaçaram jovem negro em shopping do Rio são identificados como PMs
Agressão

Homens que ameaçaram jovem negro em shopping do Rio são identificados como PMs