A-A+

Preso empresário suspeito de matar irmão de vereador de Olinda

Crime ocorreu em novembro. Suposto assassino devia uma alta quantia em dinheiro à vítima, que emprestava a juros.

Corpo de Fábio Zulu foi encontrado dentro de carro em PaulistaCorpo de Fábio Zulu foi encontrado dentro de carro em Paulista - Foto: Reprodução/Facebook

O empresário Vital Belfort Campos Filho, de 34 anos, proprietário de um bar de Olinda, na Região Metropolitana do Recife (RMR), foi preso nessa quinta-feira (26) pela Polícia Civil de Pernambuco. Ele é suspeito de ter matado Fábio Marcio Couto de Lima, irmão do vereador da cidade Neto da Beira-Rio (PSD).

O crime ocorreu em novembro dentro de um bar pertence ao empresário, localizado no Bairro Novo, em Olinda. O homicídio teria sido motivado por dinheiro, uma vez que a vítima emprestava dinheiro a juros e o empresário devia uma alta quantia.

Leia também:
Corpo do irmão de um vereador de Olinda é encontrado carbonizado
Policial militar é preso por tentativa de feminicídio em Olinda


O corpo da vítima foi encontrado carbonizado dentro do porta-malas de um carro em 14 de novembro no bairro de Jaguarana, em Paulista, também na RMR, após ficar dois dias desaparecido. O veículo foi achado em um estacionamento localizado ao lado do terminal integrado Pelópidas Silveira, em Paulista. O corpo de Fábio Zulu, como era conhecido, apresentava ferimentos na cabeça e parcialmente queimado.

Em seu perfil no Facebook, o vereador Neto da Beira-Rio publicou uma nota de repúdio. "Com essa prisão temporária decretada pelo poder judiciário, esperamos que a justiça seja feita pelas vias legais. Agradeço em nome de toda minha família, o apoio e o carinho de todos!", disse, acrescentando que acredita no trabalho da polícia.

Vital Belfort foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Criminológica Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na RMR. As investigações do crime seguem sob a responsabilidade da Polícia Civil.

Veja também

Pandemia impede realização de mais de 1 milhão de cirurgias em um ano
Coronavírus

Pandemia impede realização de mais de 1 milhão de cirurgias em um ano

Grupo Ruas e Praças realiza mediação de conflito em atendimentos presenciais
RECIFE

Grupo Ruas e Praças realiza mediação de conflito em atendimentos presenciais